Verstappen confirma favoritismo e é pole position no Bahrain, Alonso marca o 9º tempo em seu retorno a F1


E após terem se mostrados fortes durante a pré-temporada e durante os treinos livres a parceria entre Max Verstappen e Red Bull que promete tentar acabar com o domínio da Mercedes e Lewis Hamilton, começaram a cumprir a promessa, ao conquistarem a pole position desta primeira etapa de 2021. Verstappen fez uma volta impressionante capaz de fazer Lewis Hamilton atual campeão da categoria ficar à quase 0,4s , algo que nesses últimos tempos era quase impossível de vermos. 

Tal feito de Verstappen é de se comemorar muito não só pela equipe e por ele, mas também pelo o fornecedor de motor, a Honda, que não via um carro com seu motor largar na pole da primeira etapa da temporada desde 1991 com Ayrton Senna no GP dos EUA, ano também em que o piloto brasileiro terminou o campeonato como campeão. 

Sergio Perez da Red Bull por sua vez acabou não conseguindo acompanhar o ritmo de Verstappen e ficou ainda no Q2 e com isso vai largar na décima primeira colocação. 

Para a Mercedes não foi uma derrota tão ruim assim, pois Lewis Hamilton e Valtteri Bottas vão largar na segunda e terceira colocação, e como sabemos eles sempre tem um ritmo forte na corrida então podemos esperar que para amanhã teremos uma boa disputa entre Verstappen contra as duas Mercedes, ou pelo menos contra Lewis Hamilton. 

A Ferrari comparada a temporada passada deu um grande passo, ao ter Charles Leclerc na quarta colocação, enquanto Carlos Sainz que vinha mostrando um ritmo bem melhor que o deu seu companheiro de equipe acabou ficando com o oitavo tempo. O espanhol da Ferrari que durante o Q2 viu o seu bólido apresentar uma falha no motor que o fez parar o carro por alguns segundos mas logo tudo voltou ao normal. 

O quinto melhor tempo ficou com Pierre Gasly da Alpha Tauri que sempre anda muito bem neste circuito, e desta vez para a alegria do francês ele tem um carro competitivo. Yuki Tsunoda estreante pela Alpha Tauri nesta temporada chegou a mostrar bom ritmo durante os treinos livres e até no Q1 quando chegou a ficar com o segundo tempo, porém no Q2 devido a estratégia da equipe de utilizar o composto médio isso acabou fazendo com que o piloto japonês não conseguisse prosseguir na sessão e ficasse apenas com o décimo terceiro tempo. 

A Mclaren por sua vez que pretende assegurar o status de terceira força nesta temporada começou bem a temporada tendo seus dois pilotos largando no top 10 e com tempos bem próximos, com Daniel Ricciardo largando em sexto superando assim Lando Norris que larga em sétimo.

O nono tempo ficou com ele, que retorna a F1 após 2 anos, Fernando Alonso que conseguiu levar a Alpine ao Q3 mostrando assim que ele ainda é um piloto rápido e pode brigar nesta temporada por bons pontos, algo que não acontecia com frequência na sua última passagem pela equipe Mclaren. Alonso que é conhecido por sempre derrotar seus companheiros de equipes, já começa com uma ligeira vantagem na briga interna contra Esteban Ocon, já que o piloto francês acabou ficando apenas com o décimo sexto tempo. 

E a equipe Aston Martin Racing, deixou muito a desejar neste treino classificatório, conseguindo ter apenas Lance Stroll com o último tempo do top 10, enquanto Sebastian Vettel que em sua última volta rápida no Q1 acabou tendo que tirar o pé por causa de Nikita Mazepin da equipe Haas que acabou rodando na curva 1 trazendo a bandeira amarela com isso o alemão acabou ficando apenas com o décimo oitavo tempo à frente apenas de Mick Schumacher e Nikita Mazepin.


Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário