Hamilton vence o GP de Eifel e se iguala à Schumacher com 91 vitórias, Ricciardo conquista seu primeiro pódio pela Renault

E o destino quis que fosse assim, numa corrida na Alemanha, que Lewis Hamilton, conquistasse a sua 91ª vitória se igualando o até então maior vencedor da F1, o alemão, Michael Schumacher. 

O piloto da Mercedes que largou na segunda posição, já na largada tentou partir para cima de seu companheiro de equipe Valtteri Bottas, até chegou a ultrapassa-lo mas por instantes, já que acabou tomando o troco, porém mesmo atrás do finlandês, Hamilton vinha mostrando um ritmo muito forte e foi na volta 13/60 que o líder da corrida acabou fritando os pneus na curva 1 dando assim a brecha que o inglês precisava para tomar a liderança, e dali em diante Hamilton ficou até receber a bandeirada, enquanto Valtteri Bottas, 6 voltas após ser ultrapassado, acabou tendo problema na sua unidade de potência e com isso precisou abandonar a corrida. 

Hamilton que recebeu ao final da corrida um capacete de Michael Schumacher, que foi dado pelo filho do heptacampeão, Mick Schumacher, assim como aconteceu no Canadá em 2017 quando se igualou ao número de pole de Ayrton Senna que recebeu o capacete do seu ídolo.

O segundo colocado foi Max Verstappen que teve um ritmo muito forte durante a corrida mesmo não conseguindo partir para cima das Mercedes, mas foi capaz de na última volta roubar a volta mais rápida da corrida que era para ser de Hamilton, mas o holandês conseguiu por míseros 6 milésimos desbancar o piloto da Mercedes.

Se Hamilton estava em festa ao atingir a sua vitória 91, também tivemos festa no boxes da Renault, isso porque, Daniel Ricciardo conseguiu neste domingo dar a equipe francesa o primeiro pódio da equipe desde que retornou ao grid da categoria em 2016, além é claro o fim de um jejum do piloto australiano que não sabia o que era subir ao pódio desde a sua vitória de Red Bull em Mônaco de 2018. Como não podíamos esquecer o chefe da equipe Renault, Cyril Abiteboul irá fazer a sua primeira tatuagem, isso porque ele fez uma aposta com Ricciardo ainda na pré-temporada que se o piloto australiano conquistasse o primeiro pódio da equipe neste retorno ele deixaria o mesmo escolher qual desenho da tatuagem.

Sergio Perez da Racing Point cruzou a linha de chegada na quarta colocação seguido por Carlos Sainz da Mclaren que salvou o domingo da equipe, já que Lando Norris acabou tendo problema em seu carro e com isso precisou abandonar a corrida. 

Pierre Gasly da Alpha Tauri que havia largado na décima segunda posição, fez uma excelente corrida e no fim conseguiu fazer uma bela ultrapassagem para cima de Charles Leclerc da Ferrari para cruzar a bandeirada na sexta colocação. 

O monegasco da Ferrari, acabou vendo a sua estratégia ir para o ralo quando o safetycar entrou na pista para a retirada do carro de Lando Norris, e com isso muitos pilotos trocaram os pneus para o macio, e sem muito o que fazer com os pneus médios já gastos , Leclerc se tornou alvo fácil e terminou a corrida na sétima colocação, após ter largado em quarto. 

O piloto do dia merecidamente foi para ele Nico Hulkenberg, que neste fim de semana assumiu o comando do RP20 de Lance Stroll, no treino classificatório, e mesmo com pouco tempo para se adaptar e largando na última colocação, conseguiu cruzar a linha de chegada numa excelente oitava colocação à frente de Romain Grosjean da Haas e Antonio Giovinazzi da Alfa Romeo que completaram o top 10. 

Sebatian Vettel que largou na décima primeira colocação terminou a corrida na mesma colocação, o alemão que até chegou a rodar na primeira curva mas retornou rapidamente para a corrida, ele que também passou a corrida toda brigando com a dupla da Alfa Romeo. 

Dos 20 carros que começaram 15 terminaram, os 5 que não terminaram a corrida foram George Russell da Williams, Valtteri Bottas da Mercedes, Esteban Ocon da Renault, Alexander Albon da Red Bull e Lando Norris da Mclaren. 

A F1 agora volta a suas atividades daqui duas semanas de 23 à 25 de outubro para o GP inédito de Portugal, no circuito de Algarve. 



Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário