Hamilton vence GP de Portugal faz história e se torna o piloto mais vitorioso da F1


E nesta domingo no circuito de Portimão em Portugal, Lewis Hamilton da Mercedes conquistou não só mais uma vitória mas a vitória de número 92, que o torna agora o piloto mais vitorioso da história da F1à frente de Michael Schumacher que tem 91 vitórias.

Mas a sua 92ª vitória não veio de ponta a ponta pois mesmo largando na pole position, Hamilton teve uma largar ruim assim como muitos outros pilotos já que naquele momento a pista estava fria e os pneus demoraram para aquecerem com isso ele chegou a perder posição para Valtteri Bottas e por Carlos Sainz da Mclaren que logo em seguida passou o outro bólido da Mercedes e assumiu a liderança da corrida já que o espanhol estava com os pneus macios contra os médios da dupla da Mercedes. Mas não demorou muito para que as coisas retornassem ao normal e com a temperatura ideal nos pneus e tudo funcionando da maneira correta Lewis Hamilton partiu em busca da liderança, de maneira fácil assim como Bottas havia feito, ele superou a Mclaren de Sainz e na volta 20/66 o inglês ultrapassou o seu companheiro de equipe e assumiu a primeira colocação e permaneceu até receber a bandeirada. Valtteri Bottas por sua vez não conseguiu fazer nada e chegou à 25s atrás do inglês.

Assim como a dupla da Mercedes sofreu, Max Verstappen da Red Bull também sofreu na primeira volta até tentou partir para cima de Bottas mas acabou ainda nas primeiras curvas vendo Sergio Perez da Racing Point o pressionar o que resultou num toque entre os dois pilotos, porém nada de grave aconteceu já que ambos continuaram na corrida, apenas o mexicano que foi mais prejudicado por acabou caindo para a última colocação. E assim como as Mercedes, logo o holandês voltou a ter um ritmo forte e conseguiu recuperar a sua terceira colocação, e terminar mais uma corrida atrás das 'Flechas Negras'.

Charles Leclerc da Ferrari que largou na quarta colocação, de fato mostrou que as novas atualizações que o SF1000 sofreu, deram resultado, já que ele foi capaz de ter um ritmo muito forte durante a corrida, mesmo tendo caído para oitavo na primeira volta, conseguiu se recuperar e passar alguns rivais com facilidade, desta maneira podemos esperar que a Ferrari não passará vergonha diante de sua torcida na próxima corrida em Imola ao menos com o piloto monegasco. 

O francês da Alpha Tauri, Pierre Gasly, fez uma excelente corrida e conseguiu terminar na quinta colocação seguido por Carlos Sainz da Mclaren, que devido ao carro nada pode fazer para assegurar os rivais e então terminou a corrida numa boa sexta colocação. 

Sergio Perez que se tocou com Max Verstappen na primeira volta e chegou a andar na última colocação, ganhou como o 'Piloto do Dia', e nada mais justo já que ele foi capaz de se recuperar na corrida e terminar na sétima colocação. 

A dupla da Renault conseguiu terminar na zona de pontuação com o oitavo e nono lugar, só que desta vez tivemos Esteban Ocon terminando à frente de Daniel Ricciardo, algo que não acontecia desde o GP de Silverstone. 

Sebastian Vettel da Ferrari diferente de seu companheiro de equipe, fez uma corrida até que razoável e conseguiu terminar na décima posição garantindo o seu primeiro ponto desde o GP de Mugello. 

Mesmo estão fora dos pontos, o 'Homem de Gelo' , Kimi Raikkonen deu um show na primeira volta da corrida, mesmo com a sua modesta Alfa Romeo, foi capaz de usar da sua experiência para pular de 16º para a 6ª colocação em apenas uma volta, porém com a falta de equipamento ele acabou no decorrer da corrida perdendo posições e terminou a corrida na décima primeira colocação.

A próxima corrida acontecera no próximo fim de semana em Ímola, onde teremos uma novidade no formato, que o evento acontecerá em 2 dias apenas, com uma única sessão de treinos livres e classificação no sábado e domingo a corrida. Apenas não haverá os treinos de sexta-feira. 



Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário