Bottas voa baixo em Nurburgring desbanca Hamilton e fica com a pole para o GP de Eifel

Com apenas um único treino livre para o GP de Eifel as coisas ainda permaneceram as mesma com a Mercedes garantindo 100% das pole position desta temporada de 2020 até o momento, o que mudou foi que tivemos desta vez Valtteri Bottas que que na última tentativa foi capaz de desbancar seu companheiro de equipe, Lewis Hamilton por cerca de 0,256s ,  com isso para a corrida de amanhã(11) podemos ter uma boa briga entre eles, já que o finlandês está com um ritmo forte para este fim de semana, enquanto o inglês precisa vencer para se igualar a Michael Schumacher em número de vitórias. 

Max Verstappen da Red Bull como sempre deu um show a parte e tentou de tudo de fazer frente para as Mercedes, mas ficou com o terceiro tempo porém à 0,293s da pole e a apenas 0,037s do tempo de Hamilton, com isso não podemos descartar que o jovem holandês pode tentar ir pra cima das Mercedes. 

A grande surpresa foi Charles Leclerc, que mesmo com o carro ruim da Ferrari, conseguiu marcar o quarto tempo porém à 0,7s do tempo da pole, enquanto isso o tetracampeão, Sebastian Vettel, ficou pelo Q2 e vai largar na décima primeira colocação. 

Alexander Albon da Red Bull conseguiu fazer uma volta boa e com isso largará na quinta colocação, mas seu ritmo ainda permanece bem longe do de seu companheiro de equipe. 

A Renault teve um bom ritmo com seus dois carros tendo eles na sexta e sétima colocação, com Daniel Ricciardo à frente de Esteban Ocon, a diferença entre eles desta vez foi de apenas 0,019s. 

Concluindo o top 10 tivemos as duas Mclaren com Lando Norris em oitavo e Carlos Sainz em décimo, entre eles na nona posição tivemos Sergio Perez da Racing Point, que pilota neste fim de semana pela primeira vez o RP20 atualizado.

A grande surpresa desse final de semana, foi Nico Hulkenberg que volta ao cockpit do RP20 , porém desta vez no lugar de Lance Stroll que não estava se sentindo bem, o alemão que foi chamado as pressas para assumir o comando do bólido já o treino classificatório e sem ter tido a chance de guiar o bólido no treino livre que aconteceu mais cedo, acabou indo para a pista desta maneira e com isso terminou a sessão com o pior tempo, mas não passou para o Q2 por 0,7s algo muito razoável para quem pegou o carro já de cara e precisava se classificar. 



Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário