Bottas lidera dobradinha da Mercedes em primeira sessão de treinos livres do GP de Portugal



E após 24 anos sem ter uma corrida em Portugal, a F1 volta neste fim de semana a ter um evento oficial porém diferente da última em 1996 quando correram no circuito de Estoril, desta vez é o circuito de Portimão que sediará esse evento, o mesmo também que já foi palco de testes da categoria em outrora. 

Mas mesmo mudando de circuito nada mudou no grid, tivemos a dupla da Mercedes liderando está primeira sessão seguidas por Max Verstappen da Red Bull. Valtteri Bottas que na última corrida teve problema em seu carro e acabou abandonando, começou com o pé direito neste fim de semana em Portugal marcando o melhor tempo da sessão sendo 0,3s mais rápido que seu companheiro de equipe Lewis Hamilton. 

Charles Leclerc da Scuderia Ferrari marcou o quarto tempo da sessão, a equipe de Maranello que neste fim de semana implementou o terceiro pacote de atualização, enquanto isso Sebastian Vettel foi apenas o décimo primeiro tempo.

Na quinta colocação e à menos de 0,2s de seu companheiro de equipe, tivemos Alexander Albon da Red Bull, que conseguiu pelo menos por hora andar próximo de Max Verstappen, assim como o holandês e o monegasco que ficaram na sua frente, o jovem tailandês também utilizou apenas o composto duro para nesta primeira sessão. 

Carlos Sainz da Mclaren ficou com o sexto tempo ele que utilizou o composto médios para marcar sua volta mais rápida e que chegou à ser 0,5s mais rápido que Sergio Perez da Racing Point que ficou com o sétimo tempo. Além disso o espanhol da Mclaren, foi o piloto que mais completou voltas nesta primeira sessão, sendo um total de 42 voltas.  

O veterano, Kimi Raikkonen da Alfa Romeo, conseguiu nos momentos finais marcar o oitavo tempo ficando à frente de Daniel Ricciardo da Renault e Pierre Gasly da Alpha Tauri que completou o top 10. 

Kevin Magnussen e Romain Grosjean que não irão mais pilotar para a Haas na próxima temporada e podem também não estar no grid de 2021 da F1, marcaram o décimo quarto e décimo sétimo tempo. 

Quem não terminou a sessão muito contente, foi Esteban Ocon da Renault, que acabou vendo seu bólido apresentar problema mecânico e com isso ficou apenas com o décimo nono tempo. 


Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário