Mercedes mantém domínio na Espanha e Hamilton fecha sexta-feira com o melhor tempo do dia

 E na segunda sessão de treinos livres tivemos novamente a dupla da Mercedes dominando a sessão, porém desta vez Hamilton deu o troco em Bottas e cravou o melhor tempo do dia, sendo quase 0,3s mais rápido que o finlandês. 

Porém a diferença entre as duas Mercedes, devesse que Valtteri Bottas durante a sua volta rápida acabou cometendo um erro na curva 16 e isso pode explicar parcialmente está diferente ter sido grande. 

A terceira colocação ainda permaneceu com Max Verstappen da Red Bull que ainda permaneceu bem distante das Mercedes, tendo sido 0,8s mais lento que o tempo de Hamilton. 

Diferente da primeira sessão, nesta segunda sessão contamos com algumas surpresas, como Daniel Ricciardo da Renault que ficou com o quarto tempo que por sua vez foi seguido por Romain Grosjean que marcou o quinto tempo. Por enquanto a Haas fecha o dia de maneira positiva, pelo menos com o francês, que esteve no top 10 nestas duas sessões de treinos livres.

A Ferrari por sua vez viu Charles Leclerc ficar com o sexto tempo enquanto Sebastian Vettel que na primeira sessão havia marcado o quinto tempo, terminou o dia apenas com o décimo segundo tempo, entretanto a diferença de um para outro foi de 0,2s mostrando que esta segunda sessão foi bem mais competitiva e apertada. 

Carlos Sainz da Mclaren, e que pilota em casa neste fim de semana na Espanha, conseguiu marcar o sétimo tempo e terminar o dia no top 10. Logo atrás do espanhol, tivemos Sergio Perez da Racing Point com o oitavo tempo e que mostrou ter um ritmo muito bom para este fim de semana já que figurou no top 10 durante as duas sessões. 

Completando o top 10 tivemos Esteban Ocon da Renault e Pierre Gasly da Alpha Tauri. Lance Stroll da Racing Point ficou de fora do top 10 por apenas 0,045s. 

Alexander Albon da Red Bull assim como Sebastian Vettel da Ferrari, não conseguiu repetir o feito da primeira sessão e terminou o dia apenas com a décima terceira colocação. 

O pior tempo da sessão ficou com o George Russell da Williams, que passou boa parte da sessão reclamando do carro que tinha a sensação de estar pilotando no gelo.


Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário