Hamilton se mantém na frente de Bottas novamente e Mercedes garanti mais uma dobradinha no último treino livre

 

E pela terceira vez neste fim de semana na Espanha a Mercedes fez dobradinha, com Lewis Hamilton voltando a superar Valtteri Bottas. Entretanto nesta sessão a diferença das Mercedes para Max Verstappen da Red Bull caiu drasticamente, se ontem durante a primeira e a segunda sessão a firerença era bem alta, hoje caiu para 0,4s em relação ao Bottas e 0,5s em relação ao Hamilton.  Mas em realação ao Hamilton a vantagem do inglês sob o holandês poderia ter sido maior se não fosse um erro pequeno na última curva. 

O piloto da casa, o espanhol, Carlos Sainz da Mclaren, marcou um excelente quarto tempo ficando à frente de Sergio Perez da Racing Point e do seu futuro companheiro de equipe na Ferrari, Charles Leclerc. Sainz que antes do FP3 teve um novo motor instalado em seu carro na tentativa de resolverem o problema de refrigeração que ele tem sofrido desde o último GP em Silverstone. 

Com o sétimo tempo e o último piloto a estar a menos de 1s de diferença de Hamilton, tivemos Pierre Gasly da Alpha Tauri. Logo atrás do francês tivemos Lance Stroll da Racing Point que assim garantiu os dois carros da equipe no top 10. 

Alexander Albon da Red Bull novamente esteve bem longe de seu companheiro de equipe, marcou o nono tempo seguido por Daniel Ricciardo da Renault. 

O momento mais inusitado da sessão aconteceu bem no final quando Esteban Ocon que vinha atrás de Kevin Magnussen tentou se esquivar do dinamarquês que vinha bem lento e acabou batendo o carro no muro estragando totalmente a parte dianteira do RS20 e com isso a bandeira vermelha foi acionada terminando assim com a sessão. 

Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário