Hamilton fecha sexta-feira em Silverstone na ponta e Ricciardo surpreende marcando o terceiro melhor tempo



E o segundo treino livre do GP dos 70 anos da F1, teve Lewis Hamilton dando o troco em Valtteri Bottas e assumindo a posição de comando nesta segunda dobradinha da equipe alemã em Silverstone. A diferença entre ambos foi de 0,176s. 

Daniel Ricciardo da Renault foi a grande surpresa dessa sessão, ele que conquistou no último fim de semana no GP da Inglaterra, um quarto lugar, terminou o dia com o terceiro melhor tempo, superando por 0,016s seu antigo companheiro de equipe, Max Verstappen da Red Bull. O australiano que junto de seu companheiro de equipe Esteban Ocon que marcou o décimo tempo, foram os únicos a andarem com os pneus duros.

A dupla da Racing Point marcaram com o quinto e sexto tempo, com Lance Stroll à frente de Nico Hulkenberg. O alemão que para este fim de semana parece estar bem mais preparado e poderá brigar por boas posições caso o carro não apresente problemas, como aconteceu na corrida passada. 

O sétimo melhor tempo ficou com Charles Leclerc da Ferrari que salvou o dia literalmente para a equipe, já que Sebastian Vettel que já não vem tendo um desempenho tão bom, ainda tem que lidar com um carro problemático. O SF1000 do alemão desta vez apresentou problema de vazamento de óleo, porém nada que o impedisse de marcar um tempo melhor, pois antes mesmo dele parar o carro na pista, ele havia completado cerca de 30 voltas.  

As Mclaren que na primeira sessão esconderam um pouco do jogo, resolveram acelerar um pouco mais nesta sessão e com isso marcaram com o oitavo e nono tempo, tendo o piloto da casa, Lando Norris à frente do espanhol, Carlos Sainz. A equipe de Woking partiu para uma estratégia bem diferentes das outras equipes, e utilizou apenas os compostos macios nesta segunda sessão. 

Alexander Albon da Red Bull que havia ficado no top 10 na primeira sessão, voltou a ficar de fora com o décimo primeiro tempo, e ainda continuou sendo 0,5s mais lento que seu companheiro de equipe.

O pior tempo da sessão ficou com Antonio Giovinazzi da Alfa Romeo que viu nos minutos finais seu carro apresentar problema no motor e com isso precisou parar pela pista acionando assim as bandeiras vermelhas. 


Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário