Hamilton conclui domínio absoluto da Mercedes em Silverstone, Norris de pneus médios surpreende e marca o terceiro melhor tempo


E o último treino livre do GP dos 70 anos da F1 em Silverstone, foi dominado pela equipe Mercedes, que teve novamente Lewis Hamilton com o melhor tempo da sessão e Valtteri Bottas em segundo. Entretanto devido aos fortes ventos a dupla não conseguiu melhorar os tempos em relação aos de ontem (7) e foram um pouco lentos.

Se na segunda sessão de treinos livres tivemos Daniel Ricciardo da Renault surpreendendo ao fazer o quarto tempo, nesta última sessão tivemos Lando Norris marcando um excelente terceiro tempo, sendo 0,5s mais lento que o tempo de Hamilton, o piloto inglês da Mclaren que marcou a sua volta rápida de pneus médios, sendo o único piloto da sessão a fazer isso. O outro carro da Mclaren ficou na décima colocação com Carlos Sainz, o espanhol que assim como seu companheiro de equipe, também utilizou o composto médio para fazer a sua volta rápida que o deixou à 1s do melhor tempo. 

A dupla da Racing Point voltou a mostrar um bom resultado, tendo Nico Hulkenberg surpreendendo ao fazer o quarto tempo superando Lance Stroll que ficou com o quinto melhor tempo. A diferença entre eles foi de apenas 0,07s. 

A Ferrari que ainda tem sofrido demais neste ano, viu Charles Leclerc ser o sexto colocado e Sebastian Vettel que teve problemas na segunda sessão ficar apenas com o décimo terceiro lugar. A equipe de Maranello que por preocupação trocou os motores, turbos e o MGU-H de ambos os carros, para não correr risco de o que aconteceu com Vettel acontecer novamente durante o treino classificatório ou até mesmo durante a corrida. Porém ninguém receberá punição uma vez que ainda estão dentro do número de alocação para a temporada. 


As Red Bull por sua vez ficaram com o sétimo e oitavo tempo, com Verstappen como sempre à frente de Albon. O piloto tailandês que para está sessão teve um melhora absurda em relação a seu companheiro, já que a diferença até então estava na casa dos meio segundos porém caiu para apenas 0,020s. E como de costume alguém, no caso de hoje , Stroll, atrapalhou Verstappen quando vinha na sua primeira volta rápida de pneus macios, o que como de costume também, gerou um discurso inflamado, já que o mesmo vinha para marcar um tempo capaz de deixa-lo brigando com a turma da frente. 

Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário