De ponta a ponta Hamilton conquista sua 88ª vitória e se torna o piloto com mais pódios da história da F1


Lewis Hamilton da Mercedes fez uma corrida perfeita na Espanha liderando o GP de ponta a ponta após largar na pole e conquistar a sua 5ª vitória no GP da Espanha , a 4ª vitória nesta temporada e a 88ª vitória da carreira. O inglês que com está vitória se torna o piloto com o maior número de pódios da F1, um total de 156 pódios , número impressionante que aumentará ainda mais a cada corrida. 

Hamilton que com os problemas que teve na etapa passada em Silvestone em relação aos pneus, aprendeu assim como a Mercedes, o que precisariam fazer para não deixar Max Verstappen da Red Bull ameaçar a vitória deles, pois bem o inglês soube administrar os pneus perfeitamente quando necessário e acelerar na hora certa, com isso não deixaram os mesmo problemas da semana passada os atingirem.

Max Verstappen da Red Bull que era tido o favorito para vencer hoje, já que as temperaturas estavam altas assim como em Silverstone, e até Toto Wolff, chefe da Mercedes havia tido que o jovem holandês era o favorito, se contentou com o segundo lugar, o qual ele tomou de Valtteri Bottas na primeira curva após a largada, ele até tentou ir para cima de Hamilton no início porém com toda a gestão que o inglês vinha fazendo ficou difícil de o acompanhar e com isso a briga a partir dai era com o outro carro da Mercedes que de certa forma não o ameaçou muito pela segunda colocação. 

O finlandês, Valtteri Bottas, viu a sua chance de brigar pela vitória ir para longe já na primeira curva, quando acabou caindo de segundo para quarto lugar e como precisou se recuperar demorando algumas voltas, quando voltou ao terceiro posto, tanto Hamilton quanto Verstappen já tinham uma diferença boa para ele, e sem muito o que fazer para chegar no holandês da Red Bull, acabou ficando com o terceiro lugar, porém a 2 voltas do fim, trocou seus pneus para fazer a volta rápida da corrida e assim ganhar um pontinho, no caso ele acabou quebrando o recorde que até então era de Daniel Ricciardo, marcado no GP da Espanha de 2018. O resultado para Bottas não é nada bom já que no campeonato de pilotos ele continua na terceira colocação e ainda viu Verstappen abrir mais alguns pontos à frente, mesmo o jovem piloto da Red Bull tendo um carro bem inferior. 

A Racing Point volta novamente a garantir um resultado excelente com seus pilotos terminando em quarto e quinto lugares, entretanto após a bandeirada as posições foram invertidas pois como Sergio Perez que cruzou a linha de chegada na quarta posição, havia recebido uma punição de cinco segundos o que permitiu que Lance Stroll no resultado oficial subisse para a quarta colocação e o mexicano caísse para o quinto lugar. Stroll que fez uma largada de invejar pulando da quinta colocação para a terceiro e segurando nas voltas iniciais o Valtteri Bottas. 

Carlos Sainz da Mclaren, novamente conseguiu terminar na zona de pontuação no GP de 'casa' terminando a corrida na sexta colocação à frente de Sebastian Vettel da Ferrari que preferiu uma estratégia de apenas uma parada e conseguiu terminar na sétima colocação, mesmo no final tendo sido pressionado por Alexander Albon da Red Bull, Pierre Gasly da Alpha Tauri e Lando Norris da Mclaren que foram os que completaram o top 10.

Enquanto Vettel voltou a pontuar para a Scuderia de Maranello e ganhou como o piloto do dia, Charles Leclerc seu companheiro de equipe, que até então tem sido o piloto que está de fato levando a equipe nas costas nesta temporada, viu o motor do seu bólido apresentar problemas e com isso precisou de abandonar a corrida. 

Além de Hamilton quem também atingiu um recorde interessante foi Kimi Raikkonen da Alfa Romeo que terminou a prova na 14ª colocação, ao atingir os 83,846 km abordo de um carro de F1. 

O próximo GP ocorrerá daqui duas semanas no circuito lendário de Spa-Francorchamps, entre os dias 28 à 30 de agosto.


Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário