Renault confirma retorno de Fernando Alonso à equipe em 2021



E nesta quarta-feira (8) como alguns meios de comunicação vinham anunciando, a Renault confirmou o retorno do bicampeão de F1, Fernando Alonso, que volta a categoria depois de 20 meses.

O espanhol que agora fará a sua terceira passagem pela equipe francesa, sendo a primeira entre 2003 à 2006, onde não apenas conquistou o bicampeonato, mas acabou com a hegemonia da Ferrari que naquela época contava com Michael Schumacher, Jean Todt e Ross Brawn, a segunda passagem foi entre 2008 e 2009.

A equipe francesa que não divulgou nada sobre o contrato com Fernando Alonso, mas deverá ser algo de dois anos, já que ele contam com a experiência do piloto espanhol para desenvolver o carro para as regras radicais de 2022. Alonso que terá como companheiro de equipe o jovem piloto, Esteban Ocon.

"A contratação de Fernando Alonso faz parte do plano do Grupo Renault em continuar seu compromisso com a F1 e retornar ao topo da categoria. A presença dele em nossa equipe é um ativo formidável no nível esportivo, mas também para a marca à qual ele está muito apegado" - disse o chefe da equipe Renault, Cyril Abiteboul.

"A força do vinculo entre ele, a equipe e os fãs faz dele uma escolha natural. Além dos sucessos conquistados no passado, é uma escolha mútua e ousada em um projeto para o futuro. Sua experiência e determinação nos permitirão tirar o melhor proveito um do outro para levar a equipe à excelência exigida pela F1 moderna. Ao lado de Esteban, sua missão será ajudar a Renault DP World F1Team a se preparar para a temporada de 2022 nas melhores condições possíveis." - concluiu. 

Desde que deixou a F1 no final da temporada de 2018, Fernando Alonso disputou outras categorias, como a WEC, onde venceu por duas vezes as 24 Horas de Le Mans e foi campeão na categoria, além de ter entrado no projeto da Mclaren para Indy 500, onde não obtiveram sucesso em conseguir se classificar para a corrida, porém devido a um problema de planejamento da equipe e não de piloto, e neste ano de 2020, disputou pela primeira vez o famoso Rally Dakar, onde mesmo tendo alguns problemas terminou num ótimo décima terceiro lugar, mas o que ele gostaria mesmo era retornar a F1 , porém no atual momento seu retorno será mais para ajudar a equipe do que conseguir brigar por pódio e vitórias.

"A Renault é minha família, minhas melhores lembranças na F1 onde conquistei meus dois títulos mundiais, mas agora estou olhando para o futuro. É uma grande fonte de orgulho e com uma imensa emoção que estou retornando à equipe que me deu a chance no início da minha carreira e que agora me dá a oportunidade de retornar ao mias alto nível." - disse o piloto espanhol.

"Tenho princípios e ambições alinhados ao projeto da equipe. Seu progresso neste inverno dá credibilidade aos objetivos da temporada de 2022 e vou compartilhar toda a minha experiência de corrida com todos, desde engenherios até mecânicos e meus companheiros de equipe. A equipe quer e tem os meios para voltar ao pódio assim como eu" - concluiu. 

Alonso que segundo informações negociou um salário bem mais baixo do que o de Ricciardo , que atualmente custa à Renault 20 milhões ao ano, entretanto em troca ele quer ter carta branca para fazer mudanças internas na equipe, no caso a parte técnica e até mesmo questão de patrocínios.



Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário