Hamilton vence de ponta a ponta o GP da Hungria e fica à 5 vitórias de igualar a Schumacher


E assim como fez no GP da Estíria, Lewis Hamilton dominou o GP da Hungria sem dar nenhuma chance aos seus rivais, e com isso chegou a sua vitória número 86, e a oitava vitória no GP da Hungria, igualando a Michael Schumacher que conquistou oito vitórias no GP da França.

Hamilton como tinha uma grande vantagem para o segundo colocado que era Ma xVerstappen da Red Bull, resolveu na parte final da corrida fazer mais um pit stop para colocar o composto macio e assim fechar o fim de semana com chave de ouro, cravando a volta mais rápida da corrida.

O resultado para a equipe Mercedes só não foi perfeito graças a Max Verstappen que numa estratégia ousada preferiu fazer apenas 2 paradas contra 3 de Valtteri Bottas, que no final terminou na sua cola a cerca de 1s. A Mercedes que até o momento é a única equipe a vencer nesta temporada, mostrando o total domínio que terão este ano. 

A Red Bull que atualmente briga para ser a segunda força junto com a Racing Point, teve um domingo muito bom, já que Verstappen que largou em sétimo lugar e ainda chegou a bater na barreira de pneus da curva 12 quando estava para alinhar o carro no grid fazendo assim com que a equipe precisasse reparar a sua asa dianteira, terminou numa ótima segunda colocação, e Alexander Albon que largou em décimo terceiro terminou a corrida na quinta colocação. 

As Racing Point por sua vez também tiveram uma boa corrida porém nada de pódio para eles por enquanto, Lance Stroll que largou na terceira posição, não conseguiu se manter na terceira posição e dar a equipe o primeiro pódio, mas conseguiu se manter constante e ficar com o quarto lugar enquanto seu companheiro de equipe Sergio Perez que largou na quarta posição acabou perdendo desempenho durante a corrida e terminou em sétimo. 

A dupla da Ferrari assim como a dupla da Racing Point, tiveram seus altos e baixos e neste caso, foi Sebastian Vettel que conquistou alguns pontos para equipe neste fim de semana, terminando na sexta posição, uma abaixo da posição que ele largou, já Charles Leclerc graças a uma estratégia bem mal feita terminou na décima primeira posição após ser superado pelo seu futuro companheiro de equipe, Carlos Sainz da Mclaren que terminou na décima posição. 

Daniel Ricciardo da Renault que já venceu neste circuito, terminou na oitava posição seguido por Kevin Magnussen da Haas que graças a uma estratégia inteligente da equipe americana conseguiu terminar na zona de pontuação na nona posição. 

Vale destacar muito a grande sacada que a equipe Haas teve com seus dois pilotos, ao mandarem ambos entrarem nos boxes antes da largada, para trocarem os pneus intermediários para os slicks, com isso mesmo ambos largando dos boxes, quando todos começaram a fazer os pit stop , vimos os dois carros da Haas figurar no top 5, porém como eles ainda não tem um carro para fazer frente aos rivais, acabaram perdendo várias posições, no caso de Magnussen ainda terminou numa ótima nona posição já Grosjean terminou na décima quinta posição. 

O único piloto a não completar a corrida, foi Pierre Gasly da Alpha Tauri que viu o seu motor neste domingo 'ir embora de vez'.


Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário