Com final maluco: Verstappen vence GP do Brasil, Gasly chega em segundo e dupla da Ferrari batem entre si



E o holandês da Red Bull, Max Verstappen que largou na pole position, fez uma prova impecável e conquistou a sua terceira vitória na temporada. Verstappen que no ano passado chegou perto da vitória em Interlagos porém acabou se tocando com o retardatário, Esteban Ocon , que fez com que Lewis Hamilton assumisse a ponta da corrida e a vencesse. 

Verstappen que neste domingo foi tão dominante durante a corrida que a Mercedes tentou de tudo para fazer com que Lewis Hamilton vencesse mas nenhuma estratégia foi capaz de segurar o holandês que assim como a sua pole position, a vitória também quebrou um jejum de 21 anos que o motor Honda não ia ao lugar mais alto do pódio em Interlagos. 

A corrida em si tinha tudo para ser apenas mais uma corrida com algumas ultrapassagens mas sem muita emoção mas foi na parte final na volta 66 , vimos a dupla da Ferrari, Sebatian Vettel e Charles Leclerc baterem entre si , causando assim o abandono de ambos e fazendo com que o safetycar voltasse para a pista novamente, já que algumas voltas atrás o mesmo foi acionado quando Valtteri Bottas viu o motor Mercedes quebrar. Com a última estrada do safetycar na pista, todos se juntaram novamente, e neste momento Hamilton foi para os boxes para colocar o composto 'macio' que praticamente todos do grid com exceção de Norris, utilizavam naquele momento. 

Com Hamilton nos boxes, Alexander Albon e Pierre Gasly assumiram o segundo e terceiro posto, um verdadeiro sonho para a montadora japonesa que tinha nas três primeiras posições , três carros com motor Honda, mas não durou muito, pois na relargada, o inglês com um carro bem superior passou Gasly por fora no 'S do Senna' e partiu para o ataque em Albon, mas algumas curvas depois, acabou tocando no tailandês que caiu para lá para atrás do grid enquanto o piloto da Mercedes que teve uma parte da sua asa dianteira danificada perdeu a posição para Pierre Gasly, e a briga entre o inglês e o francês que naquele momento valia a segunda posição terminou de uma maneira épica, com os dois lado a lado para receber a bandeirada, porém o motor Honda falou mais que o motor Mercedes e fez com que Gasly conseguisse cruzar a bandeirada à 0,062s na frente do hexacampeão. 

O pódio do GP do Brasil só não foi mais alegre pois os comissários demoraram para dar a punição de 5s para Hamilton, que caiu de terceiro para sétimo lugar, levando assim o espanhol, Carlos Sainz da Mclaren , que largou na última colocação para o terceiro lugar, deixando assim o top 3 desta corrida mais louco ainda. 

A dupla da Alfa Romeo Racing, fizeram uma boa prova e com todos os incidentes que houve na corrida, cruzaram a bandeirada com Kimi Raikkonen em quinto e Antonio Giovinazzi em sexto, porém com a punição de Hamilton, eles subiram para quarto e quinto lugar respectivamente, assim como Daniel Ricciardo da Renault que chegou ainda no incio da corrida cair para último mas se recuperou na corrida e graças a punição de Hamilton, herdou a sexta posição. O australiano da Renault que no inicio da corrida quando tentava ultrapassar Kevin Magnussen da Haas, acabou tocando no dinamarquês danificando a sua asa dianteira e com isso precisou ir para os boxes, além é claro de ter recebido uma punição de 5s já que no entendimento dos comissários ele foi o culpado. 

Lando Norris da Mclaren não teve uma corrida tão espetacular como a de seu companheiro de equipe, mas conseguiu terminar na zona de pontuação com o oitavo lugar seguido por Sergio Perez da Racing Point e Daniil Kvyat da Toro Rosso. 

O resultado do GP do Brasil ainda é provisório pois pode ser que alguns pilotos ainda sejam punidos. 


Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário