Leclerc comanda dobradinha da Ferrari no último treino livre do GP do México


E o último treino livre do GP do México foi bem ruim para as equipes e para os pilotos, pois devido a chuva que caiu na madrugada, fez com que a pista ficasse úmida e com isso até os 15 minutos finais quando a pista melhorou para se utilizar os composto 'slicks' poucos pilotos tinham ido para a pista.

Entretanto os 15 minutos finais valeram pelos 45 minutos de pouca atividade na pista, pois quando a pista melhorou foram todos para a pista e foi muito disputado o primeiro melhor tempo, que no fim acabou ficando com Charles Leclerc da Ferrari que foi 0,027s mais rápido que seu companheiro de equipe Sebastian Vettel, que terminou a sessão com o segundo melhor tempo. 

O alemão da Ferrari que ainda chegou a ter problemas num sensor o que fez com que ele ficasse um bom tempo nos boxes. 

A Mercedes por sua vez teve uma estratégia bem diferente, que podemos dizer que foi uma estratégia pensando já na corrida, pois utilizaram em boa parte do tempo os pneus médios e apenas no final da sessão que resolveram ir para a pista com os pneus macios e assim ficaram com o terceiro e quarto tempo, com Valtteri Bottas novamente à frente de Lewis Hamilton. 

O quinto tempo foi uma enorme surpresa, com Carlos Sainz da Mclaren, que aproveitou muito bem os minutos finais e sem pegar tráfego como alguns pilotos pegaram. Lando Norris também da Mclaren, ficou com o nono tempo. 

Max Verstappen que é tido um dos pilotos que pode brigar pela vitória neste fim de semana no México, ficou com o sexto tempo, enquanto seu companheiro de equipe, Alexander Albon, acabou sendo atrapalhado na sua última volta rápida por uma Williams e teve que se contentar com o oitavo tempo. 

Entre as Red Bull, tivemos Pierre Gasly da Toro Rosso com o sétimo tempo, ele que até então parecia que não iria participar dessa sessão, pois assim como diversos integrantes da sua própria equipe e da equipe Mclaren, acabou tendo uma intoxicação alimentar , mas isso parece que não fez tanto mal ao piloto já que conseguiu ter uma boa atuação. 

O piloto da casa , o mexicano, Sergio Perez, da equipe Racing Point, fechou o top 10. 

A equipe que acabou ficando de fora da sessão foi a Renault, que de acordo com eles tiveram problemas nos sistemas de refrigeração devido à poluição , e desta maneira Daniel Ricciardo e Nico Hulkenberg não conseguiram treinar como os seus rivais. 




Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário