Vettel supera Leclerc na estratégia e comanda dobradinha da Ferrari em Singapura



E o nome deste domingo (22) em Singapura foi do alemão , Sebastian Vettel , que soube aproveitar muito bem a chance que a equipe italiana lhe deu, que foi fazer a sua parada antes de seu companheiro de equipe, Charles Leclerc que naquele momento era o líder da corrida e estava sofrendo com pneus desgastados, dessa forma o alemão ao colocar pneus novos conseguiu fazer o tão famoso 'undercut' e dai em diante foi só cruzar a linha de chegada e garantir a sua vitória de número 53, sendo a quinta vitória em Singapura. Vettel que não sabia o que era vencer uma desde o GP da Bélgica de 2018.

Charles Leclerc que havia feito uma 'volta mágica' na classificação e que lhe rendeu a pole position, terminou na segunda posição sem muito o que fazer. Por um lado no resultado individual foi bem ruim para o monegasco, entretanto para a equipe, foi espetacular, pois foi a primeira vez que uma equipe faz uma dobradinha em Singapura.

Quem aproveitou muito bem também a estratégia nos boxes foi Max Vestappen que largou na quarta posição e foi capaz de superar Lewis Hamilton garantindo assim um lugar ao pódio, mas no final da corrida precisou segurar a pressão do inglês.

A Mercedes novamente não conseguiu acertar na estratégia, e com isso viram Hamilton cair de segundo para quarto e Valtteri Bottas ficar na mesma colocação em que largou, na quinta posição. Os alemães até tentaram arriscar, deixando Hamilton por mais tempo na pista na esperança de um Safety Car aparecer, naquele momento, mas a entrada do Safety Car só veio ocorrer na parte final da prova por três vezes quando tudo já estava definido, e assim, ficando por mais tempo na pista com pneus desgastados Hamilton perdeu a posição para Vettel e Verstappen.

Alexander Albon da Red Bull fez o seu dever de casa e terminou a corrida em sexto lugar seguido por Lando Norris da Mclaren e Pierre Gasly da Toro Rosso.

A Renault viu Nico Hulkenberg , salvar o dia, conseguindo terminar a corrida na nona posição, enquanto Daniel Ricciardo que havia largado em último e teve alguns problemas durante a corrida terminou na décima quarta posição.

O italiano da Alfa Romeo, Antonio Giovinazzi fez uma bela corrida e chegou até a liderar por algumas voltas a corrida, já que ele deixou para fazer a sua parada bem mais tarde, e terminou a corrida com um bela décimo lugar enquanto seu companheiro de equipe, Kimi Raikkonen, acabou sendo praticamente tirado da corrida por Daniil Kvyat que nas última voltas da corrida, veio por dentro de forma brutal na curva 1 e o tocou, danificando assim a suspensão do finlandês que imediatamente parou o carro na área de escape.

Além de Kimi Raikkonen, tivemos Sergio Perez e George Russell abandonando a corrida.



Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário