Festa Italiana! Leclerc vence GP da Itália de ponta a ponta


E neste domingo (8) Charles Leclerc fez a torcida italiana explodir de alegria, pois segurou a dupla da Mercedes e conquistou a vitória em Monza, encerrando um jejum de 9 anos, já que o último a vencer de Ferrari na Itália tinha sido Fernando Alonso em 2010.

Com a vitória na Itália, de fato Charles Leclerc cai nas graças da torcida ferrarista e da equipe, já que o tetracampeão, Sebastian Vettel, chegou a ser ultrapassado por fora na curva 4 por Hulkenberg da Renault, mas na reta deu o troco porém voltas depois cometeu um erro grotesco na corrida, após rodar sozinho tentou voltar para pista desesperadamente e sem qualquer cuidado, e o resultado não poderia ser outro, acabou tocando em Lance Stroll que acabou rodando e fazendo a mesma manobra que por muito pouco não terminou em um acidente, pois Pierre Gasly que vinha logo atrás teve ir para a brita na saída Ascaria. Enfim, o alemão, caiu para último, recebeu punição e terminou a corrida em décimo terceiro.

As 'flechas de prata' fizeram a sua parte, Lewis Hamilton atacou Leclerc de todas as maneiras que podia mesmo estando de pneus medios contra os duros que o monegasco utilizava, mas isso por causa da grande velocidade em reta que a Ferrari tinha fazendo com que os rivais mesmo de 'asa aberta' não chegasse o suficiente para colocar o carro de lado, com isso o inglês acabou vendo seus pneus desgastarem e acabou perdendo o ponto de freada da curza 1, abrindo caminho para Valtteri Bottas que tinha pneus médios bem mais novos e vinha num ritmo bom tirando tempo dos líderes, mas sem muita audácia e inteligência, quando o finlandês chegou no piloto da Ferrari, não conseguiu chegar perto o suficiente e por várias vezes cometeu pequenos erros que deixava o monegasco mais tranquilo e no fim a Mercedes teve que se contentar com o segundo e terceiro lugar de Bottas e Hamilton.

A Renault fez uma corrida perfeita e terminou o fim de semana como a terceira melhor equipe, com Daniel Ricciardo em quarto e Nico Hulkenberg em quinto.

Alexander Albon que teve uma batalha intensa com Carlos Sainz da Mclaren nas primeiras voltas e chegou até fazer um breve passeio na brita, termino a corrida em sexto lugar enquato seu companheiro de equipe Max Verstappen que acabou danificando a asa dianteira ainda na largada e foi precisou fazer um pit stop ainda no início da corrida, e com uma estratégia diferente conseguiu terminar a corrida na oitava posição.

A Racing Point que tinha tudo para pontuar com os dois carros, até que Vettel atrapalhou Stroll, viu Sérgio Perez, salvar o dia terminando na sétima posição.

Além da vitória da Ferrari, os italianos também viram o piloto italiano, Antônio Gilvinazzi, da Alfa Romeo, terminar na nona posição.

O top 10 foi completado por Lando Norris da Mclaren que largou do fim do grid e fez uma bela corrida de recuperação, enquanto seu companheiro de equipe, Carlos Sainz, que vinha tendo uma boa atuação, e terminaria fácil em sexto ou sétimo lugar acabou vendo a equipe de Woking, em seu pit stop não prender o pneu dianteiro da direita e precisou abandonar a corrida. 

Daniil Kvyat teve problemas com o motor Honda e abandonou a prova.

Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário