Com bagunça no final , Leclerc aproveita e conquista a pole position para o GP da Itália


Com um final de classificação louco, Charles Leclerc fica com a pole position para o GP da Itália e leva a torcida italiana a loucura.

O jovem piloto monegasco que está numa ótima fase, conquistou neste sábado a sua quarta pole position da carreira e desta temporada, se igualando aos dois pilotos da Mercedes, e sendo a sua segunda pole position consecutiva, já que no último fim de semana na Bélgica, ele foi pole e ganhou a corrida.

O fim do Q3 foi realmente uma bagunça, que fez com que a briga pela pole position não fosse tão emocionante como se esperava, pois na última tentativa todos os 10 pilotos foram para a pista ao mesmo tempo na intenção de pegar vácuo e com isso andaram bem devagar num momento em que faltava muito pouco tempo para terminar a sessão e com isso o resultado era mais do que esperado, apenas Leclerc e Sainz conseguiram passar antes da bandeirada para fazerem mais uma volta enquanto os demais pilotos ficaram os seus tempos marcados ainda na primeira tentativa.

A equipe Mercedes ficou bem frustrada com o que aconteceu, já que eles tinham tudo para conseguir de fato a primeira fila em Monza, pois Lewis Hamilton ficou à 0,039s da pole e Bottas à 0,047s , porém para a corrida, Leclerc diferente do GP da Bélgica, não terá Vettel como seu escudeiro o que o deixa livre para ser atacado pelos dois pilotos da Mercedes, que podem tentar supera-lo na primeira volta.

Sebastian Vettel por sua vez acabou ficando com o quarto tempo à cerca de 0,1s de seu companheiro de equipe.

A terceira fila em Monza, surpreendeu a todos, pois teremos as duas Renault, com Daniel Ricciardo em quinto e Nico Hulkenberg em sexto seguidos por outro carro movido ao motor francês, a Mclaren de Carlos Sainz que marcou o sétimo tempo.

Alexander Albon da Red Bull foi o único com motor Honda a estar no top 10, já que Max Verstappen ficou de fora do treino, pois seu motor acabou apresentando problemas, e a dupla da Toro Rosso, Daniil Kvyat e Pierre Gasly ficaram com o décimo terceiro e décimo quinto tempo.

Completando o top 10 tivemos Kimi Raikkonen da Alfa Romeo e Lance Stroll da Racing Point, porém nenhum dos dois marcaram tempo. O finlandês por sua vez acabou batendo na curva 'Parabólica' em sua primeira tentativa de volta rápida, causando assim uma bandeira vermelha. Já Stroll não conseguiu mesmo abrir a sua volta rápida.


Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário