De maneira épica e inesperada Verstappen vence o GP da Áustria


E o GP da Áustria se tornou até o momento a melhor corrida desta temporada de 2019 e não só porque o domínio da Mercedes caiu mas também pelas grandes disputas e pela vitória épica que Max Verstappen da Red Bull.

O jovem piloto holandês que largou na segunda posição acabou tendo um problema na largada e caiu para sétima posição na primeira volta, e para muito era uma corrida perdida e que ele poderia no máximo conseguir um lugar no pódio na corrida de casa da sua equipe, porém Verstappen como todos sabem é um piloto fora da curva e mostrou isso mais um vez, ao fazer uma corrida de recuperação, embora a sua frente havia dois carros que não seriam problemas que foi o caso de Lando Norris da Mclaren que ocupava a sexta posição e Kimi Raikkonen da Alfa Romeo que ocupava a quinta posição, o próximo carro a ser superado foi o de Lewis Hamilton, porém este foi superado sem qualquer briga, pois  inglês teve que trocar o bico e perdeu muito tempo nos boxes, neste momento Verstappen já ocupava a quinta posição e partiu para cima de Vettel da Ferrari que não conseguiu segura-lo. Não demorou muito para que Verstappen chegasse em Bottas da Mercedes que vinha na segunda posição, e mesmo reclamando de perda de potência conseguiu fazer a ultrapassagem e assumir a segunda posição ficando apenas atrás de Charles Leclerc da Ferrari que por muito tempo durante a corrida parecia ter a vitória nas suas mãos.

E a briga que todos queriam ter visto desde a largada entre Leclerc e Verstappen , aconteceu no final, quando o holandês foi a caça do piloto monegasco da Ferrari e mesmo pegando retardatários sempre tirava a diferença e foi a 4 voltas para o fim que tivemos uma briga intensa de 'Leclerc vs Verstappen'
e o piloto da Ferrari que mais uma vez tinha a oportunidade de vencer fez o que pode para segurar o holandês mas não teve como na penúltima volta na freada da segunda curva, Leclerc deu o lado de dentro para Verstappen que desta maneira soube aproveitar porém desta vez diferente da volta anterior que ambos fizeram a mesma manobra, o holandês resolveu não dar espaço como da vez anterior e com isso ambos se tocaram e Leclerc precisou ir para fora da pista lembrando um pouco aquele embate entre Hamilton e Rosberg em 2016, e após assumir a ponta , Verstappen que tinha um pneu com 10 voltas a menos de desgastes que Leclerc começou a abrir uma pequena vantagem e cruzou de maneira épica a linha de chegada na primeira posição e deixando assim ainda mais louca a sua torcida que durante toda a corrida vibrava a cada ultrapassagem do jovem piloto da Red Bull.

A vitória de Max Verstappen na casa da Red Bull, foi um marco pois foi a primeira vitória de um carro com motor Honda desde 2006, que foi a última temporada que a Honda com a sua equipe própria na categoria havia conquistado uma vitória. Além disso Max Verstappen chega a sua sexta vitória na categoria e também conseguiu conquistar a volta mais rápida da corrida garantindo assim os 26 pontos deste fim de semana.

Para Charles Leclerc da Ferrari que ficou bem bravo com a atitude de Verstappen na ultrapassagem, este foi o melhor resultado que um piloto monegasco consegue na F1. Porém como foi dito a manobra de Verstappen sob Leclerc está em investigação pelos comissários, mas dificilmente o resultado deverá mudar.

O terceiro colocado foi Valtteri Bottas da Mercedes, que completou o pódio mais jovem da história da categoria, por causa de Verstappen e Leclerc. O finlandês que teve um ritmo longe daquele que vimos no início da temporada, porém a Mercedes teve problema com a questão da temperatura do motor e assim por várias vezes Bottas teve que tirar o pé para não ter problemas mais sérios que lhe custassem pontuar hoje, logo atrás dele quem quase aproveitou esses problemas para subir ao pódio foi Sebastian Vettel que largou na décima posição e terminou em quarto lugar. O alemão que mais uma vez assim como na França fez uma parada a mais que a maioria e colocou os pneus macios na intenção de fazer a volta mais rápida da pista mas essa ficou também com o vencedor da prova, mas essa troca garantiu que Vettel superasse Hamilton e quase superasse o Bottas também.

O quinto lugar ficou com o pentacampeão da Mercedes, Lewis Hamilton, que assim como seu companheiro de equipe este limitado aos problemas de temperatura do motor, mas como todos sabem não era muito esperado uma vitória do inglês neste circuito já que ele não tem um bom retrospecto pois das última 5 corridas ele venceu apenas 1.

A Mclaren após conquistar um bom resultado na França, voltou a mostrar que a equipe esta no caminho certo para voltarem as vitórias, pois Lando Norris o pupilo inglês terminou a corrida numa ótima sexta posição enquanto Carlos Sainz que largou na última posição do grid, já que Russell da Williams largou do pit lane, terminou a corrida num ótimo oitavo lugar fazendo assim do time de woking a quarta força deste fim de semana.

Entre as Mclaren, tivemos Pierre Gasly da Red Bull que parece estar num mundo bem diferente da de seu companheiro de equipe, pois enquanto Verstappen cruzou a linha de chegada em primeiro, o francês terminou a corrida na sétima posição e ainda tomou volta do próprio companheiro, e isso vai deixando ainda mais claro que para próxima temporada a Red Bull deverá contar com outro piloto em seu lugar.

Completando o top 10 tivemos a dupla da Sauber com Kimi Raikkonen em nono e Antonio Giovinazzi conquistando o primeiro na categoria.

A próxima etapa acontece no dia 12 a 14 de julho em Silverstone .



Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário