Hamilton supera Bottas na largada e domina GP da Espanha , Mercedes conquista a quinta dobradinha na temporada


E neste domingo, o inglês , Lewis Hamilton, que havia tido problemas na bateria durante o treino classificatório e com isso acabou largando na segunda colocação, deu o troco em seu companheiro de equipe, pole positio, Valtteri Bottas, ao supera-lo ainda na largada e ultrapassando-o definitivamente na primeira curva para vencer de ponta a ponta o GP da Espanha.

Hamilton em nenhum momento foi ameaçado , quando Bottas tentava andar rápido para chegar no inglês, ele respondia com mais velocidade, e com isso além de ter vencido a corrida ainda conquistou 1 ponto pela volta mais rápida, e a diferença entre as duas Mercedes só não foi maior porque o safetycar foi acionado após um acidente entre Norris e Stroll na curva 2, e que fez com que todos se juntassem novamente.

A Mercedes que com está dobradinha chegou a quinta dobradinha em cinco corridas, algo até então inédito na categoria, e este fato só mostra que este ano será mais uma temporada de domínio total da equipe alemã.

Completando o pódio tivemos Max Verstappen da Red Bull, que na largada aproveitou um vacilo de Sebastian Vettel da Ferrari e assumiu a terceira posição, e dali foi até o fim da corrida, repetindo assim o mesmo pódio de 2018. O holandês que partiu para uma estratégia bem diferente de todos do grid, já que ele optou por colocar ainda no primeiro pit stop os pneus macios e no último o pneu médio enquanto grande parte dos pilotos vaziam uma estratégia inversa, mas isso ajudou com que o jovem piloto ficasse à frente das Ferrari.

Depois de uma pré-temporada dominadora em Barcelona, a Ferrari voltou ao circuito mostrando que de fato os tempos obtidos na pré-temporada não valeram muito, e que o sua maior rival estava escondendo o jogo, pois novamente a Ferrari não chegou nem perto de ameaçar as Mercedes, a não ser na largada que Vettel até ficou lado a lado com Bottas e Hamilton, porém como estava pelo lado de fora acabou fritando os pneus e perdendo a posição para Verstappen, dessa maneira, Vettel não pode fazer mais do que um quarto lugar. Leclerc também assim como Vettel, não conseguiu fazer muita coisa e teve que se contentar em terminar a corrida na quinta posição.

Pierre Gasly da Red Bull conseguiu mais uma vez um bom resultado perto dos obtidos nas primeiras, e terminou a corrida na sexta posição seguido por Kevin Magnussen da Haas que foi o melhor do resto e terminou em sétimo. O piloto dinamarquês que chama a atenção de até agora ter apenas pontuado em 2 de 5 , e ser o melhor do resto no mundial de pilotos.

Para a torcida espanhola, restou comemorar um belo oitavo lugar de Carlos Sainz com a Mclaren, após o mesmo ter largado em décimo segundo e ter passado uma boa parte da corrida atrás da dupla da Toro Rosso. O espanhol que também ajudou a equipe garantir mais alguns pontos importantes no mundial de equipe, que agora fica à 5 pontos da Racing Point, que é a quinta colocada no mundial.

Completando o top 10  tivemos Daniil Kvyat da Toro Rosso e Romain Grosjean da Haas. Grosjean que por sua vez acabou ficando sem pneu na parte final da corrida e com isso acabou perdendo algumas posições.



Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário