Hamilton segura Verstappen e vence de ponta a ponta o GP de Mônaco


E neste domingo (26) Lewis Hamilton da Mercedes, mostrou o que porque é um pentacampeão, ao conquistar a sua terceira vitória em Mônaco.

Tudo estava sob o controle do britânico até a parada nos boxes quando a equipe Mercedes acabou cometendo um erro ao colocar o pneu médio enquanto todos os outros que vinham atrás estavam com os pneus duros e dessa maneira , Hamilton precisou aguentar 60 voltas com os pneus bem desgastados e para piorar a situação ele tinha Max Verstappen atrás pressionando de todas as maneiras, já que o holandês acabou recebendo uma punição de 5s por uma saída perigosa dos boxes. E devido a punição era importantíssimo que Verstappen ultrapassasse Hamilton, abrisse uma vantagem, porém no circuito de Mônaco não pode fazer nada e acabou ficando atrás do britânico que conseguiu mante-lo atrás e cruzar a linha de chegada em primeiro, já Verstappen cruzou em segundo lugar porém com a punição caiu para o quarto lugar perdendo o lugar no pódio.

E com a punição de Verstappen quem herdou a segunda posição foi Sebastian Vettel da Ferrari, que colocou fim a sequência de cinco dobradinhas consecutivas da equipe Mercedes, porém por outros olhos, ajudou Hamilton, que viu seu companheiro de equipe, e o maior rival nesta temporada, Valtteri Bottas, terminar na terceira posição. Com o resultado Hamilton abre 13 pontos de vantagem sob Bottas que tem que começar a pensar numa reação antes que seja tarde de mais.

O quinto colocado foi Pierre Gasly da Red Bull que mais uma vez ajudou a equipe a conquistar bons pontos, além de ter conquistado um ponto pela volta mais rápida da corrida.

Quem deixou a desejar mas sem muita culpa, foi Charles Leclerc , que correndo em casa de Ferrari, tentou fazer o que podia para se recuperar após o erro da equipe italiana, no treino classificatório que fez com que o monegasco largasse na décima sexta posição, e dessa maneira ele foi com a faca nos dentes fazendo ultrapassagens porém quando tentou ultrapassar Nico Hulkenberg da Renault acabou se dando mal tendo furado o seu pneu e danificando o assoalho. Leclerc que não conseguiu aguentar muitas voltas depois de danificar o assoalho já que o carro não estava tão bom para ele guiar e assim acabou abandonado a corrida.

Carlos Sainz da Mclaren foi o melhor do resto ao cruzar a linha de chegada na sexta posição à frente da dupla da Toro Rosso, que teve Daniil Kvyat em sétimo e Alexander Albon em oitavo. 

O vencedor do GP de Mônaco do ano passado, Daniel Ricciardo, terminou a corrida na zona de pontuação com um nono lugar. O australiano que não pontuava desde o GP da China.

Na décima posição tivemos Romain Grosjean da Haas que conquistou um ponto para a sua equipe que agora está a um ponto da Racing Point no campeonato de construtores.




Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário