Leclerc tem problemas no final e Hamilton vence o GP do Bahrain


E o GP de n°999 da história da F1 teve um final dramático, pois o novato e talentoso, Charles Leclerc da Ferrari que largou na pole position e foi soberano durante todo este fim de semana no Bahrain, viu o seu SF90 à 10 voltas do fim apresentar problemas no sistema de recuperação de energia que acabou fazendo com que a larga vantagem que ele tinha para Hamilton, segundo colocado naquele momento fosse por água abaixo em questão de poucas voltas e assim o britânico conquistou mais uma vitória na categoria. 

Leclerc foi brilhante no Bahrain, mesmo tendo largado mal e caído para o terceiro lugar, não foi nada preocupando pois de todos os pilotos da ponta ele era o único que tinha um rendimento 'fora da curva' e com isso foi para cima de Valtteri Bottas da Mercedes e depois sem interferência da equipe Ferrari, fez uma linda ultrapassagem em seu companheiro de equipe, o tetracampeão, Sebastian Vettel, que neste fim de semana não teve como segurar o jovem monegasco. 

E dai em diante a situação de Leclerc foi tranquila até que faltando 10 voltas para o fim, acabou ficando na mão,  e assim viu as duas Mercedes o alcançarem e ultrapassarem, mas de todo o mal , ele ainda contou com a sorte no final, quando Max Verstappen da Red Bull, estava na sua cola e tava pinta que o resultado do primeiro GP do ano se repetiria com a duas Mercedes na ponta e uma Red Bull completando o pódio, porém quando chegou a vez de Verstappen , o safetycar interviu por causa das duas Renault que pararam na pista com problemas no motor, e assim o monegasco conseguiu cruzar a bandeirada com um terceiro lugar, garantindo o seu primeiro pódio na F1, que não foi muito comemorado, é claro, já que a intenção e o cenário para ele era da vitória se não tivesse tido problemas no fim. 

A Mercedes por sua vez ficou bem contente pois já de cara nesta temporada conseguiu nada mais que nas duas primeiras corridas do ano , duas dobradinha, disparando assim na tabela do campeonato de construtores, e de certa maneira quem ajudou muito isso a acontecer além da falha no motor do Leclerc, foi o tetracampeão Sebastian Vettel, que mais uma vez não aguentou a pressão de Hamilton e logo na saída da curva 4 quando o mesmo foi ultrapassado por fora pelo o inglês , acabou rodando e assim perdendo a posição para Valtteri Bottas e para piorar ainda mais situação do alemão da Ferrari, na terceira reta grande do circuito ele viu a sua asa dianteira simplesmente se auto-destruir fazendo assim que ele tivesse que se arrastar até os boxes para consertar o carro e retornar a pista e com tudo isso ele acabou caindo para o meio do grid, mas foi capaz de ultrapassar alguns carros e terminar a corrida numa modéstia quinta colocação. 

O melhor do resto foi Lando Norris da Mclaren, que salvou o grande fim de semana que a equipe de Woking não tinha a muito tempo, e conseguiu garantir a sexta posição após ter perdido algumas posições ainda na largada, mostrou que o carro da Mclaren, parece estar no caminho certo, já que foi capaz de brigar tranquilamente com as demais equipes que estão na luta para se tornar a quarta força do grid nesta temporada de 2019. Porém o resultado poderia ter sido muito melhor se o espanhol, Carlos Sainz, não tivesse seu pneu furado quando atacava a Red Bull de Max Verstappen ainda nas primeira voltas da corrida, pois o mesmo chegou a fazer uma largada espetacular e teve uma boa briga com o holandês da Red Bull, entretanto na curva 4 ele acabou indo para cima demais de Verstappen tocando a sua roda dianteira direita no RB15 e com isso viu o pneu furar fazendo assim com que ele fosse jogado para as últimas colocação, e algumas volta do fim a equipe de Woking viu que de nada adiantaria mante-lo na pista e assim fez com que ele guarda-se o carro. 

O sétimo colocado logo atrás de Norris, foi Kimi Raikkonen, que mais uma vez fez uma excelente corrida pela Alfa Romeo e travou grandes batalhas durante a corrida enquanto seu companheiro de equipe Antonio Giovinazzi terminou na décima primeira posição. 

Pierre Gasly da Red Bull conseguiu se recuperar na corrida após ter saído ainda no Q2 durante o treino classificatório, e terminou o dia com um oitavo lugar seguido por Alex Albon da Toro Rosso que conquistou seus primeiros pontinhos na F1 nesta temporada. Logo atrás tivemos Sergio Perez da Racing Point, conquistando seu primeiro ponto nesta temporada na F1.




Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário