Norris sofre com problemas mas coloca Mclaren na ponta no quinto dia de testes em Barcelona


E o primeiro dia da segunda e última semana de testes da pré-temporada de 2019 da F1 em Barcelona terminou Lando Norris da Mclaren na ponta da tabela de tempos.

A equipe de Woking teve um dia bem agridoce, com a presença do bicampeão de F1, Fernando Alonso nos boxes, a equipe viu por duas vezes Lando Norris ter problema com o carro, o primeiro problema foi de hidráulica na parte da manhã, e na parte da tarde logo após cravar o melhor tempo do dia com os pneus C4 , foi obrigado a deixar o carro na pista por um problema ainda desconhecido.

Pierre Gasly da Red Bull ficou com o segundo tempo e mesmo tendo utilizado o composto C3 contra o C4 de Norris, ele foi apenas 0,006s mais lento que o jovem piloto inglês, porém Gasly foi o piloto que mais completou voltas neste quinto dia de testes, um total de 136 voltas, mostrando mais uma vez a boa fiabilidade que o motor Honda vem tendo nesta pré-temporada.

Com o terceiro melhor tempo do dia tivemos Lance Stroll da Racing Point que foi o único piloto do top 5 a utilizar o composto C5, que nada mais é que o composto mais macio de todos que a Pirelli disponibilizou .

Neste quinto dia de testes em Barcelona também foi testemunhado os primeiros problemas da Ferrari e Mercedes, a equipe italiana ainda na parte da manhã quando Leclerc estava no comando do SF90 , precisou manter o carro por um longo período na garagem por causa de um problema de resfriamento, com isso o piloto monegasco completou apenas 29 voltas e marcou o sétimo tempo enquanto Sebastian Vettel que assumiu o SF90 na parte da tarde conseguiu completar 81 voltas e marcar o quarto tempo , salvando o dia da equipe, já na Mercedes a situação foi um pouco pior, na parte da manhã, Lewis Hamilton foi para a pista com o W10 que estava com algumas atualizações e foi capaz de completar 83 voltas e marcar o décimo segundo tempo, porém na parte da tarde quanto Valtteri Bottas assumiu o comando do carro conseguiu completar apenas algumas voltas antes de ter que encostar o W10 pela pista por causa de um problema de pressão de óleo, que fez com que a equipe colocasse uma nova unidade de potência, e faltando 7 minutos para o final o finlandês voltou para a pista e completou muito poucas voltas, terminando o dia apenas com o décimo primeiro tempo e 7 voltas completadas.

Quem teve um dia bem proveitoso foi a Williams com George Russell, que cravou o nono tempo e foi capaz de completar 119 voltas.




Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário