Ocon toca em Verstappen e Hamilton vence o GP do Brasil , Mercedes conquista o título de construtores


E neste domingo (11) , Lewis Hamilton contou com a sorte para vencer o GP do Brasil, isso porque, ele viu Esteban Ocon tocar em Max Verstappen, quando o holandês liderava a corrida e vinha abrindo vantagem, e com o toque, o inglês retornou a liderança e dai permaneceu até cruzar a bandeira quadriculada para garantir a sua vitória 72, e a quinta da equipe Mercedes no circuito de Interlagos. 

Max Verstappen fez tudo que tinha que fazer para buscar a vitória em Interlagos, superou a dupla da Ferrari e depois superou os dois carros da Mercedes, e a equipe Red Bull acertou perfeitamente na estratégia para garantir que o jovem holandês conquistasse a vitória com uma boa folga, porém Esteban Ocon da Force India, tentou descontar uma volta do líder na volta 44 no S do Senna e acabou tocando em Verstappen, fazendo o mesmo rodar, e perder a liderança para Hamilton, além disso ele teve seu assoalho danificado, o que fez que a vida de Verstappen ficasse ainda mais complicada. Porém devido a tudo que ocorreu o piloto da Red Bull, ainda conseguiu cruzar a linha de chegada a 1,4s atrás. 

O piloto francês da Force India, recebeu uma punição um tanto quanto branda já que puniram ele com apenas um stop-go de 10 segundos. 

 Na terceira posição completando o pódio tivemos Kimi Raikkonen da Ferrari, que durante toda a corrida se mostrou muito mais rápido que seu companheiro de equipe, Sebastian Vettel, e ouve um momento na corrida que a equipe pediu para que o alemão cedesse a posição para o finlandês. Vettel que precisou fazer um pitstop a mais, começou a perder posição já na largada quando foi superado por Bottas no S do Senna e dai em diante não conseguiu exprimir um ritmo satisfatório e assim terminou apenas na sexta posição 

Entre as Ferrari, tivemos Daniel Ricciardo da Red Bull, que conseguiu até que enfim terminar uma corrida, e por muito pouco não conseguiu terminar no pódio, já que terminou à 0,4s de Raikkonen. Bottas veio logo atrás do australiano na quinta posição, e assim como Vettel precisou fazer dois pit stop.  

O melhor do resto foi, Charles Leclerc da Sauber, que conseguiu fazer uma excelente corrida e garantir mais alguns pontos para a sua equipe enquanto seu companheiro de equipe, Marcus Ericsson, que largou na sétima posição, acabou se envolvendo num incidente na primeira volta com Grosjean, e na volta 21 , acabou abandonando a corrida após ter tido um problema na parte traseira do seu carro. 

A equipe Haas conseguiu um resultado bem melhor perto do resultado do treino classificatório e conquistaram um oitavo e nono lugar, com Romain Grosjean e Kevin Magnussen. 

Completando o top 10 tivemos Sergio Perez da Force India. 



Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário