Hamilton confirma favoritismo e crava a pole position para o GP dos EUA, Vettel larga em quinto


Lewis Hamilton sem surpresa alguma vai largar na ponta do GP dos EUA. O piloto inglês que havia dominado as duas primeiras sessões de treinos livres em Austin debaixo de chuva não deixou-se abater pela última sessão onde marcou apenas o terceiro tempo com pista, e na hora 'H' ele mais uma vez mostrou todo o seu talento quebrando o recorde da pista e superando Sebastian Vettel em 0,061s , garantindo a sua pole position número 81 da carreira, a nona desta temporada e a terceira seguida no circuito de Austin.

A Ferrari diferente do que era esperado conseguiu fazer frente ao conjunto Hamilton/Mercedes , pois a diferença de Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen para o piloto da Mercedes foi menos de um décimo o que anima a equipe para a corrida de amanhã, na intenção de tentarem atrasar Hamilton na conquista do seu pentacampeonato. Vettel que marcou o segundo tempo acabou sendo penalizado com a perda de 3 posições no grid de largada, após não ficar lento o suficiente durante a bandeira vermelha da primeira sessão de treinos livres, dessa maneira o alemão largará na quinta posição.

Kimi Raikkonen fez o seu trabalho direitinho ao cravar o terceiro tempo e ficando apenas 0,009s , do tempo marcado por Vettel, e com a punição de seu companheiro de equipe, ele largará ao lado de Hamilton na primeira fila, a vantagem do finlandês da Ferrari, é que ele é o único piloto do top 5 que largará com o composto ultramacio enquanto o outros demais cinco pilotos vão largar de supermacio.

O quarto tempo ficou com Valtteri Bottas que ficou longe de conseguiu acompanhar seu companheiro de equipe e foi quase 0,4s mais lento que o mesmo, porém com a punição de Vettel ele largará na terceira posição.

A Red Bull que viu Daniel Ricciardo marcar o quinto tempo novamente terá um de seus pilotos largando na parte de trás do grid, porém desta vez a culpa não foi do motor, e sim da suspensão do carro, Max Verstappen ainda no Q1, após cravar a sua melhor volta acabou batendo em uma lombada após a zebra na saída da curva 15 e com isso quebrou a sua suspensão traseira direita, impossibilitando-o de marcar tempo no Q2, desta maneira ele largará na décima terceira posição, já que a dupla da Toro Rosso que ficou a sua frente largará do fim do grid por causa do novo motor.

Quem surpreendeu no Q3, foi Esteban Ocon, que deve ficar sem uma vaga no grid de 2019, e acabou sendo o melhor do resto, ao cravou o sexto melhor tempo superando Nico Hulkenberg da Renault e Romain Grosjean da Haas.

Completando o top 10 tivemos Charles Leclerc que novamente volta a ter um excelente desempenho seguido por Sergio Perez da Force India.

A Mclaren voltou a ter um fraco desempenho no treino classificatório e viu Fernando Alonso fazer apenas o décimo sexto e Stoffel Vandoorne o pior tempo da sessão, porém com as penalidades dadas a dupla da Toro Rosso, ambos os pilotos da equipe de Woking, ganharão duas posições no grid de largada do GP dos EUA.



Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário