De ponta a ponta Hamilton vence o GP do Japão, Vettel roda mas termina em sexto lugar



Simplesmente Lewis Hamilton passeou em Suzuka e de ponta a ponta venceu o GP do Japão chegando assim à sua vitória número 71 e ficando agora à 20 vitórias de se igualar ao Schumacher que é o maior vencedor de todos os tempos da categoria. Além disso o piloto inglês agora tem 67 pontos de vantagem no campeonato para Sebastian Vettel, com isso ele precisa apenas de vencer o GP de Austin e torcer para que o alemão chegue no máximo em terceiro para assim garantir o pentacampeonato.

Como era previsto desde os primeiros treinos livres a Mercedes teve o melhor carro em todas as condições do circuito, fosse com pista molhada ou com pista seca, e neste domingo eles apenas confirmaram todo o favoritismo e conquistaram mais um dobradinha, Hamilton venceu tranquilamente porém Valtteri Bottas chegou a ser ameaçado no final por Max Verstappen, mas conseguiu conter os ataques do holandês e assim cruzou a linha de chegada na segunda posição. 

Max Verstappen mesmo se envolvendo em alguns incidentes com a dupla da Ferrari conseguiu completar o pódio, o jovem holandês ainda na primeira volta, acabou errando a frenagem na última chicane e com isso quando retornou para a pista acabou praticamente jogando Kimi Raikkonen para fora da pista, e por essa manobra os comissários penalizaram Verstappen com 5 segundos, ele por sua vez pagou a penalização na hora de seu pit stop e isso não interferiu no resultado final, já o incidente com Sebastian Vettel foi culpa do piloto alemão, que o atacou e assim acabou tocando na lateral do carro de Verstappen, para a sorte do piloto da Red Bull, ele não rodou e tão pouco teve algum dano, enquanto Vettel, acabou caindo para o décimo oitavo lugar .

Se ontem para Daniel Ricciardo era só tristeza por não poder marcar tempo no Q2 após ter tido um problema em seu carro, hoje numa bela corrida de recuperação ele conseguiu sair de décimo quinto para terminar a corrida na quarta posição logo atrás de seu companheiro de equipe. 

Kimi Raikkonen mesmo tendo sido jogado para fora da pista na primeira volta que naquele momento custou apenas a ultrapassagem de seu companheiro de equipe, cruzou a bandeirada na quinta posição, enquanto Sebastian Vettel, que graças a mais um erro grotesco que o fez cair de quarto para décimo oitavo, conseguiu se recuperar durante a prova e terminar na sexta posição, porém para o alemão daqui para a frente será como na última temporada, o máximo que ele poderá fazer é adiar o quanto conseguir o pentacampeonato de Hamilton.

O melhor do resto foi Sergio Perez da Force India que aproveitou para superar Romain Grosjean da equipe Haas logo após o termino do safetycar virtual, em seguida atrás dos dois, tivemos Esteban Ocon também da Force India, garantindo assim mais alguns pontinhos para a equipe, e Carlos Sainz Jr da Renault completando o top 10. 

A Toro Rosso que ontem conseguiu bater o objetivo de ir ao Q3, e marcou o sexto e o sétimo tempo com seus respectivos pilotos, hoje na corrida não conseguiu mais do que um décimo primeiro com Gasly e um décimo terceiro com Hartley.

Nesta etapa três pilotos não completaram a corrida, que foram Kevin Magnussen, Nico Hulkenberg e Charles Leclerc. 



Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário