Ferrari faz dobradinha no segundo treino livre com Vettel e Raikkonen, Ericsson sofre grave acidente



O segundo treino livre foi muito bom para os 'tifosi', já que puderam ver a Ferrari dominar a sessão com Sebastian Vettel em primeiro e Kimi Raikkonen em segundo. 

A pista ainda estava úmida devido a chuva, porém dava para os pilotos usarem os pneus de pista seca, e com isso as Ferrari mostrou ser a favorita neste fim de semana, Vettel foi cerca de 0,2s mais rápido que seu companheiro de equipe, Kimi Raikkonen e o líder do campeonato Lewis Hamilton, que vieram logo atrás. Mas nem tudo foram flores para Vettel, já que quando vinha em mais uma volta rápida, acabou perdendo a traseira do carro na curva da parabólica e foi parar na brita, por pouco não acabou batendo forte na barreira de pneu, sem grandes danos no carro ele conseguiu voltar para a pista e levar o bólido para os boxes. 


A sessão também foi marcada por um acidente forte, de Marcus Ericsson, que aconteceu depois de 2 minutos que a sessão iniciou, quando ele abriu a sua primeira volta, viu seu carro indo para a esquerda quando pisou no freio para poder se preparar para fazer a primeira curva, porém o DRS falhou e não fechou e assim causo o terrível acidente, porém o piloto saiu perfeitamente bem do carro e logo foi atendido e retornou aos boxes da equipe. O acidente acabou provocando uma bandeirada vermelha de 20 minutos, já que precisaram tirar os destroços que ficaram na pista e também consertar a barreira.

Diferente do resultado do primeiro treino onde tivemos grandes surpresas, neste segundo treino, a dupla da Mercedes veio logo atrás das Ferrari, com Hamilton tentando ameaça-los enquanto Bottas que ficou com o quarto tempo, foi cerca 0,7s mais lento do que o melhor tempo da sessão, mostrando por enquanto que este será o ano mais difícil para a equipe alemã em terras italiana. 

Max Verstappen e Daniel Ricciardo fecharam o dia nas suas posições de costume, desta vez o jovem holandês superou o seu companheiro de equipe. E como o esperado a falta de motor custa muita à Red Bull em circuito de alta velocidade e assim tanto Verstappen quanto Ricciardo ficaram um pouco a mais de 1s atrás do tempo marcado por Vettel. 

O sétimo e o oitavo tempo, ficou com a Force India, que teve seus dois carros no top 3 da primeira sessão, Esteban Ocon desta vez foi quem levou a melhor sobre Sergio Perez, mas por uma diferença de apenas 0,012s. Charles Leclerc da Sauber veio logo atrás na nono posição. 

Nico Hulkenberg da Renault, fechou o top 10. 

As Toro Rosso que tinham conquistados um bom resultado na primeira sessão, acabaram voltando a realidade, e terminaram o dia na décima quarta e décima sexta posição com Gasly e Hartley. 

Quem também voltou a figurar no final da tabela de tempos, foi a Mclaren, que viu Fernando Alonso e Stoffel Vandoorne fazerem apenas o décimo oitavo e o décimo nono tempo. 


Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário