Ricciardo lidera primeira sessão de treinos livres na Hungria

Daniel Ricciardo - Manuel Goria / Sutton Images
A Red Bull começa com o é direito o fim de semana do GP da Hungria, com Daniel Ricciardo fazendo o primeiro tempo e Max Verstappen o terceiro, ambos que utilizaram o composto macio para marcar seus melhores tempos enquanto Sebastian Vettel da Ferrari que ficou entre eles com o segundo melhor tempo utilizou o composto ultra-macio. A diferença entre eles foi de menos de 0,1s. 

Kimi Raikkonen veio logo atrás com o quarto melhor tempo seguido pela dupla da Mercedes, com Lewis Hamilton em quinto e Valtteri Bottas em sexto. As 'flechas de prata' que utilizaram o composto macio para fazerem suas melhores voltas, Hamilton, atual líder do campeonato, acabou cometendo um erro em sua volta rápida e com isso ficou à 0,4s atrás do tempo de Ricciardo.

Como já virou rotina, Romain Grosjean , foi o melhor do resto e cravou o sétimo melhor tempo, ele que passou um bom tempo nos boxes para que a equipe Haas investigasse um certo problema em seu carro, enquanto seu companheiro de equipe Kevin Magnussen marcou o décimo tempo. 

Entre as Haas, na oitava e nona colocação tivemos as Renault, com Nico Hulkenberg e Carlos Sainz Jr , os dois que ficaram bem na cola do francês da Haas mostrando que neste fim de semana deveremos ter novamente um duelo entre as duas equipes que disputam o quarto lugar de construtores. O alemão da Renault, mesmo tendo feito o oitavo tempo acabou não tendo que comemorar muita coisa nesta primeira sessão já que precisou abandonar a sessão por causa de problemas em sua unidade de potência. 

Fernando Alonso que já havia avisado que diferente dos anos anteriores, esse ano o carro da Mclaren, não andará tão bem na Hungria conseguiu fazer apenas o décimo segundo tempo à 0,5s do décimo colocado. Stoffel Vandoorne que para esse fim de semana teve seu chassi trocado para ver se assim ele consegue acompanhar o ritmo de seu companheiro de equipe, conseguiu fazer o décimo sexto tempo à 0,5s do tempo de Alonso. 

Quem novamente voltou a guiar pela Sauber num treino livre, foi Antonio Giovinazzi , que assumiu o lugar de Charles Leclerc, e cravou o décimo oitavo tempo, sendo cerca de 0,3s mais rápido que Marcus Ericsson.



Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário