OFICIAL: Red Bull terá motores Honda em 2019



E nesta terça-feira (19) a Red Bull anunciou oficialmente que a partir da próxima temporada contará com os motores Honda, encerrando assim uma parceria de 12 anos com a Renault, a qual rendeu um total de 57 vitórias além dos campeonatos de 2010,2011,2012 e 2013.

Christian Horner, chefe da equipe, disse que está mudança é devido a maior chance que a Honda pode dar a Red Bull de voltar a brigar por títulos na F1.

"Este acordo de vários anos com a Honda sinaliza o início de uma nova e empolgante fase nos esforços da Aston Martin Red Bull Racing para voltar não só a disputar vitórias mas também pelo maior objetivo que é brigar pelo campeonato" - afirmou. 

"Sempre tomamos decisões como esta de forma desapaixonada, com apenas um único critério em mente: acreditamos que o resultado nos permitirá competir em um nível mais alto? ". 

"Após uma cuidadosa análise e avaliação, estamos certos de que essa parceria com a Honda é a direção certa para a equipe". 

A equipe austríaca que já vinha monitorando o desenvolvimento dos motores Honda, após a equipe irmã, Toro Rosso ter assumido o lugar da Mclaren como a equipe de fábrica da Honda na F1 para esta temporada.

"Nós estamos muito impressionados com o comprometimento da Honda na F1, com os grandes passos que deram recentemente com a nossa equipe satélite, a Scuderia Toro Rosso, e pelo objetivo que eles querem alcançar, que casam muito bem com os nossos" - acrescentou. 

"Estamos ansiosos para trabalhar juntos com a Honda nos próximos anos e corrermos juntos em busca do sonho de alcançar o maior objetivo da F1" - concluiu.

A Toro Rosso continuará com os motores Honda, com isso a fabricante volta a ter pela primeira vez na F1, duas equipes utilizando os seus motores, algo que não acontecesse desde 2007/2008, quando eles tinham a sua própria equipe de fabrica e forneciam motores para a Super Aguri. 

Para o presidente e diretor representante da Honda Motor Company, Takahiro Hachigo, a ideia em ter duas equipes utilizando seus motores é muito excelente pois a partir do próximo ano eles terão o dobro de informações. 

"Ter duas equipes com nossos motores significa que vamos ter o dobro de dados de antes. Acreditamos que trabalhar com a Toro Rosso e a Red Bull nos permitirá ficar mais próximos da nossa meta de vencer corridas e campeonatos, construindo duas parcerias fortes. As discussões ocorreram muito rapidamente, graças à postura aberta e respeitosa da Red Bull, o que fez com que o acordo fosse alcançado de forma justa para ambas as partes" - disse Hachigo. 

A relação entre a Red Bull e a Renault tem se desgastado nos últimos anos já que os franceses se mostraram incapazes de igualarem a Mercedes e a Ferrari nesta era híbrida da F1. 

"Gostaríamos de agradecer a Renault pelos últimos 12 anos, período em que vivenciamos momentos incríveis juntos. Tivemos algumas vezes nossas diferenças, mas a Renault sempre trabalhou incansavelmente com o melhor de sua capacidade para nos fornecer uma unidade de potência competitiva" - disse Horner. 

Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário