Mclaren afirma que o seu verdadeiro carro de 2018 vai estrear no GP da Espanha

Stoffel Vandoorne - Glenn Dunbar / LAT Images

E durante o GP da China, onde Fernando Alonso terminou em sétimo lugar, conseguindo pontuar pela terceira vez seguida nesta temporada, o diretor esportivo da Mclaren, Éric Boullier, voltou a garantir que o real carro da equipe de Woking, para a temporada de 2018 fará sua estreia no GP da Espanha. 

Segundo Boullier o atual carro, não passa de apenas uma evolução do carro da temporada passada que utilizava o motor Honda, e a expectativa é que com o novo carro que estreará no GP da Espanha consiga resolver o problema de falta de desempenho durante a classificação, em especial durante as retas longas, onde o carro não consegue atingir boas velocidades comparado aos seus rivais que utilizam o mesmo motor. 

"O carro definitivo de 2018 chegará em Barcelona, obviamente, esperamos que este seja o carro que esperamos que seja" - afirmou ao site 'Motosport.com'. 

"O atual carro que temos segue o plano. Não é que erramos com as metas. Mas acabamos perdendo o cronograma dos objetivos, o que significa que o carro que teremos em Barcelona deveria ter chegado na Austrália. Então, nós estamos correndo com uma evolução do carro da temporada passada, e não com o novo carro" - explicou Boullier. 

Além disso Boullier admitiu que ter que disputar as 4 primeiras corridas da temporada com uma restrição tão óbvia é muito frustrante para a equipe.

"É o que é. Nós sabíamos disso e agora temos apenas que aproveitar o melhor que pudermos. Até o momento fomos oportunistas e soubemos aproveitar as oportunidades que tivemos com os dois pilotos para conquistar o máximo de pontos possíveis. É simplesmente frustrante ver que temos um desempenho bom durante a corrida, mas não conseguimos te-lo no treino de classificação " - acrescentou o francês.

Por fim Boullier foi questionado se estava animado com os números apresentado pelo novo pacote, e ele foi bem realista e neutro.

"Sem muitas expectativas. Eu tenho tempo suficiente na F1 para saber que você só comemora qunado está no pódio ou no topo dele" - concluiu. 

Além do novo carro para o GP de Barcelona, a Mclaren ainda terá uma melhora do motor Renault para o GP do Canadá onde os francês apontam que o motor deverá ganhar cerca de 40 cavalos a mais.
Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário