Vergne segura Di Grassi e vence o ePrix de Punta del Este

Vergne e Di Grassi - LAT Images / Sam Bloxham
E neste sábado (17) Jean-Eric Vergne conquistou a sua segunda vitória na temporada da Formula E e com isso disparou na liderança do campeonato.

O francês da equipe Techeetah, teve um dia perfeito pois herdou a pole position de Lucas di Grassi que junto a mais três pilotos da Super Pole, acabaram cometendo infrações e com isso foram punidos. Como Vergne foi o único que não cometeu infração, acabou largando na ponta do grid.

Jean-Eric Vergne fez uma bela largada e conseguiu se manter na ponta sem pressão na primeira volta, porém Lucas Di Grassi com um carro bem mais veloz, passou a corrida inteira na cola do francês e a pressão se intensificou nas voltas finais onde o piloto da Audi chegou a quase bater no muro após colocar o carro de lado com o piloto da Techeetah, e encontrou a porta fechada, nesse momento  Vergne conseguiu aumentar a diferença para o brasileiro, porém com um carro muito veloz, Di Grassi voltou a colocar pressão no francês, mas acabou cruzando a bandeirada com a segunda colocação.

O terceiro colocado foi Sam Bird da Virgin que largou na décima colocação e quase bateu com seu companheiro de equipe, Alex Lynn no pit lane quando o superava. Bird que havia assumido a terceira posição até tentou pressionar os primeiros colocados, mas no fim acabou perdendo terreno e cruzou a linha de chegada à 2,6s de Vergne. Lynn que foi superado nos boxes por Bird terminou a corrida em sexto lugar.

Mitch Evans companheiro de equipe de Nelson Piquet Jr, que havia largado na décima sexta colocação, após ser penalizado e perder algumas posições por causa de uma questão de distribuição de peso, conseguiu fazer uma bela corrida e ganhar doze posições, cruzando a linha de chegada na quarta colocação. Piquet por sua vez teve problemas com o carro ainda no primeiro stint o que acabou literalmente com a sua corrida, já que precisou de trocar de carro bem antes da hora e com isso não conseguiria terminar a prova inteira com o segundo carro por falta de energia.

O vice-líder do campeonato, Felix Rosenqvist que largou na décima terceira posição terminou a corrida na quinta posição, o que foi muito bom, porém viu Vergne se distanciar no campeonato abrindo uma vantagem de 30 pontos, enquanto também viu Bird reduzir a diferença para a vice-liderança em 3 pontos.

Turvey, Lopez, D'Ambrosio e Engel fecharam o top 10 do ePrix de Punta del Este. A volta mais rápida da corrida ficou com José Maria Lopez que foi o único a marcar uma volta na casa de 1min16s. 

A equipe que não teve um fim de semana muito bom foi a Renault e.dams, que viu Nicolas Prost largar na última colocação e terminar a corrida em décimo quinto enquanto Sebastien Buemi, que largou na sexta colocação e era um dos favoritos a vencer hoje, acabar tendo que abandonar a corrida. O francês havia tocado no muro da curva 13, ainda na volta 10 e, com isso acabou causando dano no pneu traseiro esquerdo. E como ele precisou fazer sua troca de carro bem mais cedo, era garantido que ele não terminaria a prova como aconteceu de fato, devido à falta de energia, como aconteceu com Piquet. 

Nick Heidfeld acabou tendo problemas com o carro na primeira volta, que acabou ficando parado na pista e teve que abandonar a corrida precocemente. 


Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário