Hamilton sobra na Austrália e crava a primeira pole position de 2018, Bottas bate forte

Lewis Hamilton - Steven Lee / LAT IMAGES

Lewis Hamilton sem concorrentes a altura na parte final da classificação, conquista com facilidade a sua 73ª pole position na carreira e a primeira de 2018 no circuito de Albert Park na Austrália. O piloto inglês que chega a sua quinta pole position seguida na Austrália e fica atrás apenas de Ayrton Senna que cravou um total de 6 pole position. 

Se alguém pensou que a Ferrari e a Red Bull poderia atrapalhar o domínio de Hamilton e da Mercedes, hoje (24) na classificação viram que isso não deverá acontecer tão cedo nos treinos classificatórios, pois o piloto inglês colocou nada mais nada menos que cerca de 0,6s em Kimi Raikkonen que fez o segundo tempo  e Vettel que fez o terceiro.

A Ferrari no início do Q3 parecia que iria brigar pela pole position quando Vettel fechou sua volta rápida e ficou apenas 0s034 do primeiro tempo de Hamilton, mas ai o inglês jogou o balde de água fria e mostrou que para essa primeira disputa o rival precisaria de mais carro para desafia-lo, logo em seguida para piorar a situação do alemão, seu companheiro de equipe Kimi Raikkonen o desbancou e largará amanhã na primeira fila.

A dupla da Red Bull fez o seu papel e terminaram na quarta e quinta colocação, Max Verstappen por sua vez mostrou um ótimo desempenho e ficou bem próximo das Ferrari andando no mesmo décimo de segundo e com isso largará na segunda fila ao lado de Sebastian Vettel. O piloto da 'casa' , Daniel Ricciardo, mesmo fazendo o quinto tempo, largará amanhã na oitava colocação devido a uma punição que recebeu por não ter reduzido o suficiente durante uma bandeirada vermelha que ocorreu na segunda sessão de treinos livres.

E como todos esperavam pelo menos nesta primeira sessão de classificação da temporada a Haas confirmou o ótimo desempenho apresentado durante os testes da pré-temporada e terminaram a sessão no top 10, com Kevin Magnussen em sexto e Romain Grosjean em sétimo seguidos pela dupla da Renault, que teve Nico Hulkenberg cravando o oitavo tempo e Carlos Sainz Jr cravando o nono.

Fechando o top 10 tivemos Valtteri Bottas qee acabou batendo forte na curva 2 após pisar na grama e não conseguiu marcar tempo. O finlandês que tem a chance ainda ter precisar largar mais atrás devido aos danos que o seu acidente possa ter causado em alguma parte do motor.

A Mclaren acabou não indo para o Q3 mas mostrou que com o motor Renault conseguiram uma grande melhora, já que conseguiram brigar com as demais equipes do meio do pelotão de igual para igual. Alonso que ficou com o décimo primeiro tempo se mostrou satisfeito com este primeiro resultado enquanto Stoffel Vandoorne vem logo atrás com o décimo segundo tempo.

A equipe que mais deixou a desejar foi a Force India que conseguiu ver seus pilotos fazerem apenas o décimo terceiro e décimo quinto tempo, com Perez sendo cerca de 0,7s mais rápido que Ocon.

A Toro Rosso que trocou os motores Renault pelos motores Honda,  conseguiu como melhor resultado um décimo sexto lugar do Bredon Hartley, enquanto Pierre Gasly foi quem marcou o pior tempo da sessão e largará na última colocação amanhã (25).

Entre as Toro Rosso, tivemos a dupla da Sauber e o estreante da Williams, Sergey Sirotkin que ficou apenas à frente do Gasly.


Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário