Fernando Alonso recebe aval da FIA para participar do TL1



Fernando Alonos que hoje fez novamente os exames médicos da FIA, recebeu luz verde para participar do primeiro treino livre, porém por precaução, depois do primeiro treino livre o espanhol será novamente submetido a exames que vão confirma que ele está preparado para disputar o restando do fim de semana do GP da China.

"Eu me sinto ok. No Bahrain estava mentalmente 100% pronto para dirigir, mas fisicamente eu estava com um monte de dores. Mas estava pronto para tentar guiar mesmo com uma costela quebrada. A situação melhorou e agora estou 120% pronto mentalmente e 100% fisicamente, sem dores nos últimos dois dias. Eu tenho que correr neste fim de semana pois treinei muito andei de bicicleta, joguei golfe, tênis tudo para estar mais apta nesta corrida", disse Alonso.

O espanhol também agradeceu aos fãs, familiares, amigos e médicos pela sua conta oficial no instagram.

A FIA também emitiu uma nota falando da situação de Fernando Alonso para este fim de semana:

“Desde o acidente no GP da Austrália, o piloto da Mclaren, Fernando Alonso vem passando pelo processo de ‘reintegração’ de acordo com o Capítulo II do Apêndice L do Código Esportivo Internacional. A McLaren-Honda inscreveu Alonso para participar do GP da China de 2016. Como o ferimento do piloto foi descoberto alguns dias após o GP da Austrália, a reintegração não se encaixa estritamente no texto do Apêndice”.

“Dessa maneira, os comissários seguiram os conselhos de Jean Charles Piette, delegado médico da FIA, que considerou que Alonso está provisoriamente em boas condições para participar do evento depois das consultas com o Chefe Médico (CMO) do GP da China e os médicos do piloto. Considerando as circunstâncias excepcionais, e tendo ouvido a equipe, os comissários decidiram isentar o piloto da conformidade estrita do Artigo 3(b) do Capítulo II do Apêndice L, aceitando apenas o Artigo 3(a), que foi cumprido”.

“Assim, Fernando Alonso terá permissão para participar, sujeito à condição abaixo. O piloto recebeu instruções do Delegado Médico da FIA e do CMO, que deverá obedecer de acordo com o Artigo 12.1.1.i do Código Esportivo Internacional. Segundo o Artigo 22.14 do Regulamento Esportivo da Fórmula 1, ele foi instruído pelo Delegado Médico da FIA e pelo CMO a passar por um novo exame imediatamente após o primeiro treino livre a fim de determinar se poderá participar do restante do evento”.
Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário