Yusuke Hasegawa afirma: "Não me conformo em ser apenas o sexto e sétimo mais rápido"


O novo chefe da Honda Racing, Yusuke Hasegawa, afirma que não está satisfeito com o progresso que foi mostrado para a temporada de 2016 da F1. A Mclaren que teve uma segunda semana de testes muito boa no quesito confiabilidade, conseguiu assim a quinta melhor posição em termos de quilometragem no Circuito da Catalunha.

No entanto, Hasegawa disse em uma entrevista a F1i que o objetivo da Honda não é apenas obter uma boa confiabilidade mais sim desempenho. Ele confirma que o que foi mostrado nesta pré-temporada não mostra o verdadeiro objetivo do motor Honda para 2016 e que atualmente não está satisfeito em ser apenas o sexto mais rápido.

"Como sempre dizemos, é muito difícil saber do rendimento real a partir dos resultado obtidos durantes os testes. Mas não estou otimista sobre o desempenho. Estávamos entre o sétimo e sexto lugar e isso não é muito bom. Não me conformo em ser apenas o sexto e sétimo mais rápido. É bom se compararmos com o ano passado, mas não tanto. Não estou satisfeito com isso. Temos objetivos maiores", afirmou Hasegawa.


Em seguida foi questionado sobre a possibilidade de que a Honda tenha mudado seus objetivos após os maus resultados de 2015, porém o japonês negou essa afirmação.

"Absolutamente não ! Nosso objetivo ainda é ganhar um campeonato, não mudamos nosso objetivo na F1. Demos alguns passos que eram planejados, mas o ano passado nós definimos etapas particulares. Para que este ano pudéssemos estabelecer objetivos mais realistas, que é ser constante para conseguirmos conquistar pontos em todas as corridas", concluiu.

Depois de uma reestruturação na direção da Honda, agora com Yusuke Hasegawa, é esperado sim ver a Mclaren-Honda com um desempenho muito melhor do que foi apresentado no ano passado, com um motor mais confiável e mais poderoso.



Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário