Parceria entre Force India e Aston Martin não acontecerá em 2016


Force India não fará parceria com a Aston Martin em 2016. Quem confirma isso é o próprio diretor de operações da equipe, Otmar Szafnauer, no entanto, ele afirma que em partes seguem as negociações com a Aston Martin que podem levar a um acordo futuramente.

"Foi lisonjeiro ter sérias discussões com a Aston Martin e é uma grande decisão para eles entrar na categoria e fazer parceira com a Force India" disse ele à Sky Sports na Autosport International.

"As negociações estão em andamento. Não posso prever que para 2016 teremos um acordo, mas não sei que o futuro nos reserva. A porta não está fechada, mas neste ano vamos continuar como Force India " concluiu.

Agora para 2015 o objetivo da equipe indiana é bater o resultado da última temporada, que foi um quinto lugar no campeonato de construtores. Porém eles só conseguiram dar uma reviravolta na temporada passada após a introdução do carro "B" , e após as férias de verão eles só perderam vantagem para as equipe Mercedes, Ferrari e Williams. Além disso conseguiram terminar no pódio com Sergio Perez no GP da Rússia. 

A Force India que no começo do ano passado teve alguns problemas econômicos o que atrasou todo o desenvolvimento de seu carro, porém Szafnauer espera que este ano eles sejam bem mais competitivos desde a primeira corrida, já que o time está bem melhor financeiramente do que se comparado ao ano passado.

"Se tudo correr bem, devemos começar de onde paramos em 2015. Nós terminamos a temporada em uma boa posição e a nossa meta durante o inverno é se manter competitivos a esse nível",observou.

"As regras não mudaram dramaticamente, um pouco aqui, um pouco ali, então nós estamos mantendo o mesmo caminho de desenvolvimento e espero fazer um trabalho melhor com o orçamento que temos durante o inverno. Nós tivemos alguns pódios no ano passado e se pudermos fazer isso este ano em mais de uma ocasião, conseguiremos mais pontos o que significa teremos uma boa chance de manter o quinto lugar de 2015 ou até mesmo olhar para o quarto lugar" concluiu .




Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário