Hamilton vence corrida caótica em Austin e se tornar Tricampeão !!


E assim acaba a disputa pelos títulos de 2015 na F1, se na Rússia a Mercedes já havia garantido o seu segundo título consecutivo de construtores, em Austin foi a vez de Hamilton garantir o seu tricampeonato e deixar seu companheiro de equipe, Nico Rosberg brigar pelo vice-campeonato com o outro alemão da Ferrari, Sebastian Vettel.

A corrida em Austin foi uma das melhores que tivemos este ano, num começo em que a pista estava molhada, houve certos toques e até alguns abandonos, porém mesmo que só 12 carros tenham cruzado a linha de chegada a corrida teve muitas disputas e muitas surpresas.

Lewis Hamilton teve uma corrida um tanto quanto conturbada, mesmo tendo assumido a liderança no começo da prova o piloto inglês perdeu a liderança primeiro para Daniel Ricciardo e depois perdeu a liderança para o seu companheiro de equipe, Nico Rosberg, que mostrou um grande ritmo durante a corrida e estava de certa forma preparado para adiar o título de Hamilton, porém faltando poucas voltas para o final o piloto alemão que até aquele momento era o líder da prova acabou cometendo um erro e foi ultrapassado por Hamilton que dai então só teve que conduzir o seu carro para a linha de chegada. Nico Rosberg então tinha a opção de deixar o seu compatriota Sebastian Vettel da Ferrari, ultrapassa-lo e assumir a 2ª colocação o que estragaria o título antecipado de Hamilton em Austin, mas  Rosberg preferiu segurar o Vettel até a linha de chegada e ficar com o seu 2º lugar enquanto Vettel fechou o top 3. O piloto alemão da Ferrari que havia ganhado uma penalização que faria o perder 10 posições no grid, mostrou um bom ritmo porém mesmo com um motor atualizado ele não foi capaz de ter o mesmo ritmo que as Mercedes tiveram, e só pressionou Rosberg, porque o mesmo estava com os pneus desgastados.

O 4º lugar foi de certa forma magnifico para o jovem da Toro Rosso, Max Verstappen, que fez uma corrida maravilhosa, fazendo várias ultrapassagens e até chegou a andar em 3º lugar porém não tinha carro nem motor para brigar com a Ferrari de Vettel, mas mesmo assim ele surpreendeu a todos novamente da mesma forma que fez no GP da Hungria. O companheiro de Verstappen, Carlos Sainz Jr, também fez uma bela corrida após largar na última colocação do grid e terminar num impressionante 6º lugar.

Entre as Toro Rosso, tivemos Sergio Perez que terminou a corrida em 5º lugar, salvando alguns pontos preciosos para a Force India, isso porque seu companheiro de equipe Nico Hulkenberg se chocou com a Red Bull de Daniel Ricciardo e acabou tendo que abandonar a corrida.

Jenson Button conseguiu terminar a corrida em 7º lugar e conquistou alguns pontos para a Mclaren, porém era para ter sido uma corrida muito melhor para a equipe de Woking se não fosse o problema de potência que Alonso teve no final da corrida. O espanhol que chegou a superar a Force India de Perez na reta oposta e a 10 voltas do fim vinha num grande 5º lugar logo á frente de seu companheiro de equipe Jenson Button, mas no fim sem muito o que fazer foi ultrapassado por todo mundo e na última volta quando ainda havia uma esperança de Alonso terminar na 10ª posição e conquistar mais um ponto para a Mclaren, Daniel Ricciardo acabou com a esperança assumindo a 10ª colocação e Alonso teve que se contentar com o 11º lugar.

Mas de todos eles o que mais impressionou na corrida foi Pastor Maldonado que não se envolveu em nenhuma confusão e terminou a corrida no 8º lugar, seguido do brasileiro Felipe Nasr que fez 5 paradas no pit stop, porém o pior foi quando Nasr tocou no seu próprio companheiro e acabou perdendo metade da sua asa dianteira ainda na segunda volta. Mas graças as circunstâncias o Felipe Nasr conseguiu terminar na zona de pontuação.

Fechando o top 10, tivemos Daniel Ricciardo, que poderia ter tido uma corrida perfeita junto de seu companheiro, Daniil Kvyat, se a pista estivesse permanecido molhada, isso porque os dois pilotos das Red Bull tiveram um domínio impressionante enquanto a pista esteve molhada e os favorecia, mas não durou muito tempo pois a pista começou a secar e e eles começaram a perder rendimento, porém a bancada final na Red Bull aconteceu quando Kvyat que vinha logo á frente de Ricciardo acabou colocando os pneus na zebra e perdendo o controle de seu RB11 que bateu no guard-rail perto da entrada dos boxes.

A Williams foi a equipe que amargou o pior resultado do fim de semana, isso porque Felipe Massa e Valtteri Bottas acabaram abandonando a corrida. O brasileiro da Williams teve problema ainda na largada quando rodou e por ventura furou o pneu de seu ex-companheiro de equipe, Fernando Alonso, mesmo assim Massa voltou para a corrida e tentou recuperar algumas posição mas acabou tendo que abandonar a corrida pelo mesmo problema que Bottas havia abandonado ainda no começo, que foi um problema no amortecedor do FW37.

O piloto americano Alexander Rossi, mesmo não tendo um carro competitivo conseguiu terminar a corrida em 12º lugar, sendo o último carro a cruzar a linha de chegada.

Resultado da Corrida do GP de Austin:



Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário