Ecclestone afirma "Ferrari está com medo de fornecer motores para a Red Bull"



Segundo o chefão da F1, Bernie Ecclestone, o presidente da Ferrari Sergio Marchionne está em um impasse. O magnata britânico sabe que o Marchionne adoraria fornecer um motor competitivo para Red Bull pelo bem da categoria, porém não quer prejudicar a sua equipe. Pois o temor dele é que com um motor claramente melhor e com a perfeita aerodinâmica que a Red Bull tem, logicamente o seu cliente iria ser muito mais forte que a equipe principal.

"Para a F1, ele (Marchionne) gostaria de fornecer motores competitivos para a Red Bull, mas ele tem medo de prejudicar a sua equipe", disse Ecclestone ao site Autosport.

"Se a Red Bull conseguir ter um motor competitivo, eles claramente vão voltar a brigar pela vitórias, é está uma das preocupações , mas ele está com medo de acabar chateando a sua própria equipe. Agora acabe a ele pensar no que irá fazer, acredito e tenho certeza que ele ira resolver esse impasse em breve de uma forma ou de outra."

De acordo com Bernie Ecclestone o presidente da Ferrari está bem ciente da pressão sobre ele, pois ter duas equipe e quatro carros a menos no grid da F1 seria muito ruim para a categoria. Além disso o britânico disse que com a performance que a Red Bull teve em Singapura não ajudou muito, pois mesmo tendo um motor Renault que é muito fraco se comparado ao motor Ferrari, eles brigaram pela vitória, agora imagine se eles estivessem com um motor Ferrari?.

"O desempenho da Red Bull em Singapura não ajudou muito. Pois assim a Ferrari irá pensar 'E se eles estivessem com os nossos motores?' já que a Red Bull lutou pela vitória mesmo tendo um motor ruim. Porém acho que a preocupação da Ferrari com a possibilidade da Red Bull ter o mesmo motor é francamente algo desnecessário, porque em Singapura é um corrida que depende muito do piloto, então não haveria diferença se eles estivessem com um motor de 40 cavalos a mais " conclui Ecclestone que torce muito para que a Ferrari feche um acordo com a Red Bull.
Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário