Toto Wolff descarta teoria da conspiração em favor de Hamilton no GP da Itália



E não demorou muito para que o erro que Nico Rosberg cometeu durante o GP da Itália, se torna-se uma teoria da conspiração, já que muitas pessoas estão achando que o erro foi proposital, o qual beneficiaria Lewis Hamilton.

O erro que Rosberg cometeu propositalmente, segundo a teoria, seria uma forma de compensar Hamilton pelo toque sofrido no GP da Bélgica por Rosberg. E internamente, está teria sido a penalização que Rosberg teria recebido da equipe Mercedes após ser declarado como o culpado pelo incidente na Bélgica. Mas o que alimentou mais ainda está teoria foi quando Toto Wolff foi apanhado sorrindo durante a transmissão televisiva na hora em que Rosberg passou reto na chicane, e Hamilton assumiu a primeira posição.

“Só uma mente paranóica pode ter uma ideia dessa. Se tivesse sido uma ideia nossa, teria sido incrivelmente bem articulada! Ouvi falar disso... Mas qual seria a razão para fazermos isso de forma deliberada? Não há qualquer razão para fazermos tal coisa”.  
Wolff também afirma que errar não é do feitio de Nico Rosberg, e que a causa dos dois erros que o alemão cometeu no mesmo local, foi por culpa dos travões.
“Ele raramente comete erros e desta vez cometeu dois, no mesmo local. Ele foi demasiado exigente com o equilibrio dos travões, pisou forte e perdeu o ponto de travagem. Foi um pouco bizarro”
E por fim Toto Wolff, realçou o grande ritmo de Hamilton durante a corrida.

“Acredito que Nico sofreu mais com a pressão do que Lewis, pois Lewis esteve muito rápido durante o fim de semana inteiro. Lewis permaneceu calmo e aproveitou de forma brilhante suas oportunidades”.
Nico Rosberg também falou um pouco a respeito do erro que cometeu:

“Lewis estava muito rápido e então eu tinha que aumentar o ritmo e, como resultado disso, acabei errando na frenage. É um sentimento muito ruim, perder a chance de ganhar por causa de um erro, mas ele (Lewis) mereceu a vitória”, concluiu o piloto alemão.


Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário