Rosberg vence novamente em Mônaco e Bianchi pontua com a Marussia


Neste domingo a equipe Mercedes mais uma vez passou no teste de superioridade , e pelo que vimos hoje não tem corrida neste calendário que a Mercedes não irá vencer , a não ser , se seu rivais consigam a façanha de melhorarem seus bólidos , pois em todas as corrida e condições que foram dadas até o atual momento do campeonato a Mercedes mostrou ter um carro pra qualquer tipo de pista e clima . E com toda essa superioridade foi que Rosberg e Hamilton fizeram mais uma dobradinha da equipe Mercedes na temporada , acredito que muitos chegaram a pensar que o vencedor da prova seria o inglês Lewis Hamilton que declarou guerra ao seu companheiro de equipe Nico Rosberg , após um incidente que para Lewis foi proposital da parte seu companheiro , mas nada mudou Hamilton tentou chegar em Rosberg mas é como sabemos que Mônaco não é uma pista de se ter muitas ultrapassagens , assim Rosberg liderou a corrida de ponta a ponta , pois no final da corrida Hamilton reclamou que estava com problema na visão , pois de acordo com o piloto algo entrou em seu olho , fazendo com que ele diminuísse seu ritmo e perdendo espaço para Rosberg que ficou a 9s a sua frente , Daniel Ricciardo até parecia que iria passar Hamilton nas voltas finais , mas o garoto preferiu ficar na dele e termina a corrida na 3ª posição apenas 0,4s de diferença para o inglês.

Na 4ª posição tivemos Fernando Alonso que no começo da corrida não parecia estar tão bem , já que seu companheiro Kimi Raikkonen na largada pulou de 6º lugar para o 4º lugar passado o próprio Alonso e passando Daniel Ricciardo , mas Alonso foi na cautela e foi o único piloto fora os 3 primeiros que não tomou volta do líder , Raikkonen até parecia que faria uma corrida espetacular e chegaria bem a frente de Fernando , mas na saída dos boxes da primeira parada , Kimi foi tocado por Max Chilton e acabou tendo que voltar para os boxes na volta seguinte , pois um dos seus pneus traseiros acabou furando por causa do toque , e Chilton teve que ir também para troca o bico de seu carro .

Raikkonen acabou perdendo várias posições e quase se enroscou com Kobayashi que acabou perdendo o controle de seu carro que vinha na frente da Ferrari de Raikkonen que preferiu passar reto na chicane para não se envolver tocarem, e por fim o finlandês que vinha até então na zona de pontuação cometeu um erro no final ao tentar passar Kevin Magnussen da Mclaren no hairpin e acabaram se tocando , desse modo Kimi ficou parado no muro e teve que retornar aos boxes assim terminando a corrida apenas na 12ª posição.

Hulkenberg que terminou a corrida em 5º lugar , superou seu companheiro de equipe Sergio Perez que não conseguiu terminar a prova por um acidente que houve na primeira volta , pois o piloto mexicano acabou levando um toque na curva Loews do seu ex-companheiro de equipe na Mclaren Jeson Button, por fim Button ainda conseguiu termina a corrida na 6ª posição logo atrás do alemão Hulkenberg da Force India.

O brasileiro Felipe Massa conseguiu se recuperar e aproveitou muito bem os incidentes que aconteceram em Mônaco e assim conseguiu ganhar 11 posições e fechar a corrida na 7ª posição , Bottas foi um dos pilotos que não completaram a corrida , pois o motor Mercedes de sua Williams começou apresentar problemas e soltar muita fumaça fazendo assim com que ele parasse o carro e desistisse da corrida.
Logo atrás do brasileiro , veio a Lotus de Romain Grosjean que andou muito bem e não se envolveu em acidentes na pista , terminando assim a corrida em 8º lugar que para a equipe Lotus é ótimo ter um dos seus carros na zona de pontuação. Isso já não podemos dizer de Pastor Maldonado que na volta de apresentação teve problemas com o E22 e assim não conseguiu larga e termino por ali mesmo a sua participação no GP de Mônaco.

Em 9º lugar simplesmente muitos vão estranhar mas o milagre aconteceu , Jules Bianchi da equipe nanica Marussia terminou a corrida na zona de pontuação , logo a frente de Kevin Magnussen da Mclaren e de Marcus Ericsso da equipe Caterham que chegou também muito perto de termina na pontuação.

Na 14ª posição veio Max Chilton que completa mais uma prova e esta chegando cada vez mais perto de bater o recorde de Nick Heidfeld que completou 33 GPs consecutivos sem abandonos.


Resultado do GP de Mônaco:

Pos.PilotoEquipeVoltasTempo
1.Nico RosbergMercedes GP781h49m27.661s
2.Lewis HamiltonMercedes GP78a 9.210s
3.Daniel RicciardoRed Bull-Renault78a 9.614s
4.Fernando AlonsoFerrari78a 32.452s
5.Nico HulkenbergForce India-Mercedes77a 1 volta
6.Jenson ButtonMcLaren-Mercedes77a 1 volta
7.Felipe MassaWilliams-Mercedes77a 1 volta
8.Romain GrosjeanLotus-Renault77a 1 volta
9.Jules BianchiMarussia-Ferrari77a 1 volta
10.Kevin MagnussenMcLaren-Mercedes77a 1 volta
11.Marcus EricssonCaterham-Renault77a 1 volta
12.Kimi RaikkonenFerrari77a 1 volta
13.Kamui KobayashiCaterham-Renault75a 3 voltas
14.Max ChiltonMarussia-Ferrari75a 3 voltas
15.Esteban GutierrezSauber-Ferrari59rodada
16.Valtteri BottasWilliams-Mercedes55motor
17.Jean-Eric VergneToro Rosso-Renault50motor
18.Adrian SutilSauber-Ferrari23acidente
19.Daniil KvyatToro Rosso-Renault10
20.Sebastian VettelRed Bull-Renault5KERS
21.Sergio PerezForce India-Mercedes0acidente
22.Pastor MaldonadoLotus-Renault0sist. combustível
Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário