Mercedes-Benz Challenge: Ribeiro e Paioli vencem em Tarumã e sobem na tabela

Foto: Fábio Davini/Mercedes-Benz

O gaúcho Luiz Ribeiro (#19) garantiu a festa da torcida local na sexta etapa do Mercedes-Benz Challenge, realizada na manhã deste domingo (9) no Autódromo de Tarumã, na Grande Porto Alegre. Depois de um treino de classificação pouco animador (que rendeu a ele quinto lugar no grid de largada), o atual campeão da categoria CLA AMG Cup se recuperou durante a prova e pôde confirmar o resultado que lhe escapou no ano passado, quando subiu ao pódio na quinta colocação.

“Meu carro estava muito bom, mas neste circuito é muito difícil ultrapassar, ainda mais nesta categoria, em que o desempenho dos carros e pilotos é muito próximo. Espero que esta vitória signifique uma virada no campeonato e que, depois de hoje, possamos engatar outros bons resultados para subir na pontuação”, disse Ribeiro, que passou a ocupar a quarta posição na tabela com 61 pontos. O líder continua sendo Fernando Jr., que soma 91.

Na etapa de Tarumã de 2016, o gaúcho largou na primeira fila e liderou a corrida até a parada obrigatória nos boxes. A vitória escapou, no entanto, em razão de uma imprevisível bandeira amarela e de um erro de estratégia que o derrubou do primeiro para o quinto posto. Neste ano, o desfecho foi diferente.

“No ano passado, todos os pilotos da ponta pararam em bandeira amarela e somente eu não parei, o que me prejudicou bastante. Desta vez deu tudo certo. Entramos todos juntos para os boxes, foi um momento um pouco confuso da prova, mas nada como um dia após o outro”, comemorou o vencedor.

A segunda posição na etapa ficou com o paranaense Raijan Mascarello, que completou uma corrida sem erros na difícil pista de Tarumã. “Meu carro estava bom e vim no mesmo ritmo dos primeiros, só que aqui é difícil ultrapassar. O título para mim é quase impossível, calculo que eu tenha um ou dois por cento de chance somente, mas entre os outros pilotos a briga vai ser muito boa. Lá em Goiânia a corrida vai ser muito disputada e vou buscar a vitória”, comentou o paranaense.

Longa bandeira amarela – a etapa deste domingo foi marcada por duas intervenções do safety car. A primeira delas ocorreu com pouco mais de sete minutos de disputa, quando Alexandre Navarro colocou as rodas na grama molhada, perdeu o controle do carro e precisou ser rebocado aos boxes depois de bater na barreira de pneus. A segunda interrupção, no entanto, foi mais longa e teve influência direta na disputa pelo título.

Na reta de chegada, o líder da tabela Fernando Jr. tocou no paranaense Lorenzo Varassin, o que deixou os carros de ambos em posição de risco. O toque coincidiu com a abertura da janela para as paradas de box, o que provocou uma corrida aos pits. Cinco pilotos, entre eles Roger Sandoval e Betão Fonseca (que cruzaram a linha de chegada na primeira e na segunda colocações, respectivamente), não cumpriram o tempo mínimo de parada previsto pelo regulamento e receberam um acréscimo de 33 segundos em seu tempo total de prova.

Melhor resultado – a etapa de Tarumã foi positiva, também, para a dupla formada pelos gaúchos Fernando Poeta e Alexandre Buneder, que cruzaram a linha de chegada na terceira colocação. Ambos conquistaram seu melhor resultado na competição e completaram a festa gaúcha no pódio – que teve, também, a presença de Pierre Ventura, quarto colocado na etapa.

“A corrida foi muito boa e o pessoal está de parabéns. A gente quer que com isso mais gente seja estimulada a correr com a gente no Mercedes-Benz Challenge, pois além de muito seguro esse carro é muito prazeroso de guiar. Para nossa dupla o resultado foi muito bom e vamos esperar que em Goiânia estejamos competitivos novamente”, disse Fernando Poeta.

Para Buneder, que chegou a liderar a prova em seu turno, a experiência foi incrível. “Esta é somente minha segunda corrida na categoria e já tive a felicidade de conseguir ir para a frente e liderar. Foi uma experiência ótima”, comentou.


Foto: Fábio Davini/Mercedes-Benz 

Segunda vitória consecutiva
– pela categoria C 250 Cup, coube a Marcos Paioli (#111) o lugar mais alto do pódio. Foi a segunda vitória consecutiva do paulista no circuito gaúcho, considerado um dos templos do automobilismo nacional.


“Para quem tem tantos anos de automobilismo, como eu tenho, Tarumã sempre foi uma lenda. Então, vencer e ser o mais rápido aqui é a coroa de louros para todo piloto. A corrida foi de certa forma difícil em razão dos incidentes, e independentemente da estratégia, apostei na velocidade. O problema é que, com as interrupções, a calibragem dos pneus variou muito e a cada relargada o carro teve um desempenho diferente. Isso dificultou um pouco a nossa corrida”, comentou o vencedor. Com este resultado, Paioli passou a ocupar a quarta posição no campeonato, com 71 pontos. O líder ainda é Claudio Simão, que soma 94.

A segunda colocação na C 250 Cup foi do piloto português João Lemos. Ele segue em alta no campeonato e, com este resultado, diminuiu para apenas um ponto a diferença que o separa do quarto colocado na tabela (71 a 70). “Estava torcendo para que não chovesse, pois fiz o pior tempo na chuva ontem (sábado). Tive um pequeno percalço na parada de box, caí para oitavo e consegui buscar o segundo em uma recuperação que exigiu muita concentração. Este resultado, além do fato de eu gostar muito da pista de Goiânia, me deixam muito animado para a próxima etapa”, disse o português.

O próximo desafio do Mercedes-Benz Challenge está marcado para o dia 19 de novembro no circuito de Goiânia. Veja como terminou a disputa deste domingo na pista de Tarumã, e como ficou o campeonato após seis etapas:


CLA AMG Cup
1) Luiz Carlos Ribeiro (Ourocar Racing), 46m21s815
2) Raijan Mascarello (Mottin Racing), a 6s401
3) Fernando Poeta/A. Buneder (Mottin/Sul Racing), 11s413
4) Pierre Ventura (Cordova Motorsports), 12s039
5) Fernando Amorim (Mottin/Sul Racing), 21s891
6) Marcos Paioli (Paioli Racing), 24s348
7) Fabio Escorpioni (Hot Car Competições), 26s794
8) Roger Sandoval (Mottin Racing), 31s531
9) João Lemos (PGL Racing), 31s687
10) Betão Fonseca (Center Bus Sambaiba Racing), 32s747
11) Cello Nunes (Rsports Racing), 33s051
12) Claudio Simão (Center Bus Sambaiba Racing), 33s175 
13) André Moraes Jr. (PGL Racing), 35s342
14) José Vitte (WCR), 38s690
15) Flavio Andrade (Hot Car Competições), 49.909
16) Renato Braga (Rsports Racing), 35s894
17) Carlos Machado (Center Bus Sambaiba Racing), 1min05s984 
18) Beto Rossi (Paioli Racing), 1min06s080
19) Raphael Teixeira/Rodrigo Cruvinel (Brandão Motorsport), 1min13s665
20) Luiz Barcellos (Center Bus Sambaiba Racing), a 1 volta
21) Carlos Alberto Guilherme/Sergio Kuba (Center Bus Sambaiba Racing), a 1 volta
22) Peter Michael Gottschalk (Paioli Racing), a 1 volta
23) Ciro Lobo/Fabio Peterson (Center Bus Sambaiba Racing), a 1 volta

Não completaram
Fernando Júnior (WCR) 
Lorenzo Varassin (Cordova Motorsports)
Alexandre Navarro (Rsports Racing)


Campeonato CLA AMG Cup
1) Fernando Junior, 91
2) Betão Fonseca, 70
3) Roger Sandoval, 64
4) Luiz Carlos Ribeiro, 61
5) Raijan Mascarello, 58
6) José Vitte, 58
7) Pierre Ventura, 53
8) Lorenzo Varassin, 52
9) Renato Braga, 45
10) Fernando Poeta, 41
11) Fernando Amorim, 36
12) Fabio Escorpioni, 33
13) Adriano Rabelo, 31
14) Paulo Varassin, 30
15) Alexandre Buneder, 23
16) Cristian Mohr, 17
17) Danilo Pinto, 16
18) Cesar Fonseca, 2

Campeonato C 250 Cup
1) Claudio Simão, 94
2) André Moraes Jr., 77
3) R. Teixeira/R. Cruvinel, 73
4) Marcos Paioli, 71
5) João Lemos, 70
6) Flavio Andrade, 69
7) Cello Nunes, 51
8) Peter Gottschalk, 41
9) Alexandre Navarro, 41
10) Beto Rossi, 38
11) Carlos Machado, 38
12) Peter Michel Gottschalk, 35
13) Max Mohr, 29
14) Luiz Barcellos, 20
15) C.A.Guilherme/S.Kuba, 20
16) C.Lobo/F.Peterson, 18
17) Bruno Alvarenga, 15
18) Ydenis de Souza, 15
19) Fernando Pessoa, 6
20) Rudinei Sabino, 4
21) Giusepe Vecci, 1
Share on Google Plus

About Gil Gracia

0 comentários:

Postar um comentário