Bottas bate Hamilton e lidera primeira sessão de treinos livres no México

Sam Bloxham / LAT Images

E Valtteri Bottas iniciou o fim de semana do GP do México com o pé direito, batendo o líder do campeonato e seu companheiro de equipe, Lewis Hamilton, por quase meio segundo.

O finlandês que também bateu o recorde da pista cravando 1min17.824s , além disso ele foi o único piloto a andar na casa de 1min17s, mesmo com a pista estando bem suja. Hamilton até fez uma volta boa mais acabou perdendo um bom tempo no último setor o que lhe fez ficar longe do tempo cravado por seu companheiro.

A dupla da Red Bull teve uma bela primeira sessão já que tanto Max Verstappen que fez o terceiro tempo quanto Daniel Ricciardo que fez o quarto, marcaram suas melhores voltas com os pneus super-macios diferente da dupla da Mercedes que utilizaram os pneus ultra-macios, ambos pilotos da Red Bull ficaram à cerca de 0,5s do melhor tempo da sessão. 

Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen da Ferrari fizeram o quinto e sexto tempo, eles que também optaram por não utilizar os pneus ultra-macios nesta primeira sessão. Vettel que tentará neste fim de semana adiar o título de seu rival, porém será bem difícil já que Hamilton precisa de apenas um quinto lugar na corrida para se consagrar tetracampeão. 

A Force India nesta primeira sessão contou com dois 'pilotos da casa', Sergio Perez que diante de sua torcida conseguiu cravar o sétimo melhor tempo da sessão e o jovem piloto, Alfonso Celis que substituiu Esteban Ocon, porém desta vez o jovem piloto não teve um treino muito bom, já que acabou batendo o carro na última curva após perder a traseira e com isso ficou com o décimo nono tempo.

O oitavo melhor tempo da sessão ficou com Fernando Alonso da Mclaren seguido de Felipe Massa da Williams. 

Nico Hulkenberg da Renault conseguiu cravar o décimo melhor tempo da sessão enquanto seu companheiro de equipe Carlos Sainz ficou com a décima primeira, mas o que chamou a atenção foi que a diferença entre eles foi de apenas 0,002s . 

Outros jovens pilotos que também entraram na pista ficaram na parte de trás do grid, sendo Antonio Giovinazzi com a Haas fazendo o décimo quinto tempo, Charles Leclerc com a Sauber fazendo o décimo sexto tempo e Sean Gelael com a Toro Rosso fazendo o décimo sétimo tempo. 

O único piloto a não marcar tempo na sessão foi Stoffel Vandoorne que precisou trocar novamente seu motor.   



Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário