Mercedes faz dobradinha na Itália e Hamilton assume a liderança do campeonato


Lewis Hamilton foi literalmente o nome deste fim de semana em Monza, isso porque o inglês além de ter se tornado o maior piloto com número de pole positions na F1 quebrando o recorde do alemão Michael Schumacher, venceu o GP da Itália de ponta a ponta sem qualquer ameaça e com isso assumiu a liderança do campeonato pela primeira vez na temporada com 238 contra 235 de Sebastian Vettel que foi apenas o terceiro colocado. Hamilton que conquistou a sua sexta vitória nesta temporada.

Valtteri Bottas companheiro de equipe de Lewis Hamilton que havia largado na quarta colocação fez sua parte e ficou à frente de Sebastian Vettel terminando a corrida na segunda posição, ajudando assim a Mercedes conquistar mais um dobradinha na 'casa' da Ferrari diante dos tifosi.

Enquanto a Mercedes só teve alegria nesse fim de semana a Ferrari por outro lado não teve tantas alegrias isso porque na classificação eles já não haviam conseguido boas e hoje (03) durante a corrida sofreram muito com Sebastian Vettel sendo 1s mais lento que Lewis Hamilton porém salvar um lugar no pódio para alegria dos tifosi, enquanto seu companheiro de equipe Kimi Raikkonen  relatou no começo da corrida um problema na parte traseira do carro o que lhe fez ficar um bom tempo atrás de Esteban Ocon e Lance Stroll, mas na primeira e única rodada de pit stop ele conseguiu superar o canadense da Williams e depois conseguiu ultrapassar o francês da Force India na pista assumindo a quarta colocação mas perdeu a posição para Daniel Ricciardo da Red Bull e com isso cruzou a linha de chegada na quinta posição.

O piloto do dia foi ele, Daniel Ricciardo, que foi o protagonista de uma impressionante recuperação, após largar em décimo sexto o australiano contou com uma bela estratégia largando de pneus macios que o permitiu ficar mais tempo na pista e assim além de ganhar diversas posições na pista ganhou também no pit stop e na parte final da corrida ele se tornou um caçador já que estava com pneu super-macio partiu para cima de quem estava à sua frente e até tentou chegar em Sebastian Vettel porém mesmo sendo 1s mais rápido que o alemão ele acabou cruzando a linha de chegada na quarta posição à 4s atrás do Ferrarista.

Lance Stroll e Esteban Ocon que largaram no top 3 conseguiram segurar a pressão de seus concorrentes na fase inicial da corrida, porém no decorrer da corrida eles não tinham muito o que fazer e foram perdendo posições, Ocon por sua vez conseguiu superar Stroll e terminar na sexta colocação, já o canadense da Williams que terminou em sétimo lugar sofreu nas voltas finais com a pressão de seu companheiro de equipe Felipe Massa e Sergio Perez da Force India.

O brasileiro Felipe Massa que terminou a corrida na oitava posição conseguiu sobreviver aos toques com Perez e Verstappen no inicio da prova. Porém isso não pode se dizer de Verstappen que ficou furioso com Massa por causa do toque que tiveram no setor 1, o qual acabou danificando a asa dianteira do carro do holandês e furando o pneu dianteiro direito , com isso Verstappen acabou caindo lá para trás o que lhe custou terminar ao menos na quinta posição. Mas mesmo com isso o holandês da Red Bull conseguiu se recuperar na corrida e terminar na décimo colocação, entretanto a ultrapassagem em cima de Kevin Magnussen foi um tanto quanto duvidosa já que ele acabou fazendo o piloto da Haas ter que sair da pista na segunda chicane.

Os pilotos que abandonaram a corrida foram Jolyon Palmer, Stoffel Vandoorne, Marcus Ericsson e Fernando Alonso. Entre elas a mais significativa foi a de Vandoorne que tinha chances de terminar na décima colocação e marcar mais um ponto para a Mclaren no campeonato de construtores.



Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário