F1 - O tão sonhado título mundial de Nigel Mansell





O inglês Nigel Mansell, é considerado até hoje, um dos mais ferozes e competitivos pilotos da história da F1 e, por isso, recebeu o carinhoso apelido de “Leão”. 

(texto com a colaboração de Marcelo Maranello)

Nigel Mansell competiu na categoria máxima do automobilismo entre os anos de 1980 e 1995, onde disputou a F1 por 4 equipes diferentes: Lotus, Williams, Ferrari e McLaren. 

Mansell sempre foi conhecido pelo seu jeito pra lá de arrojado, unido ao seu talento de campeão, onde, em sua carreira de piloto, muitas cenas inusitadas foram protagonizadas pelo campeão mundial de 1992. Podemos lembrar de Mansell, desmaiando ao tentar empurrar sua Lotus no GP de Dallas em 1984 e, também da cabeçada na pilastra no GP da Áustria de 1987, de seu abandono no GP do Canadá em 1991 quando liderava a prova com mais de 50 segundos para Nelson Piquet, quando na metade da última volta, o câmbio de sua Williams quebrou. Mansell passou na reta dos boxes acenando para a torcida mostrando seu jeito irreverente, mas como diria o mestre Juan Manuel Fangio " Carreras son carreras" (corridas são corridas) ou seja, só terminam na bandeirada.

Resultado de imagem para Nigel Mansell Dallas 1984
Em 1984, Mansell desmaia após tentar empurrar sua Lotus até a linha de chagada, no GP de Dallas 

A primeira vitória de Nigel Mansell na F1, aconteceu no GP da Europa em 1985 no circuito inglês de Brands Hatch e, apesar de sempre ter se mostrado um grande e arrojado piloto, o seu tão sonhado título mundial custou a chegar, pois por três vezes tinha sido vice campeão mundial, perdendo para Alain Prost em 1986, Nelson Piquet em 1987 e para Ayrton Senna em 1991. 
Mansell venceu por duas vezes o Grande Prêmio do Brasil de F1, nos anos de 1989 com a Ferrari, na despedida de Jacarepaguá da F1 e, em 1992 com a Williams, no Autódromo de Interlagos.

A vitória de Mansell em Jacarepaguá (RJ), em 1989 - com Alain Prost (2º) e Maurício Gugelmin (3º).


Mas mesmo com números de um campeão, ainda lhe faltava o principal: o título mundial. 
E, há exatos 25 anos atrás, no dia 16 de agosto de 1992, finalmente Nigel Mansell conquista o tão sonhado título. 
Naquela ano, Mansell venceu logo de cara as cinco primeiras corridas do campeonato: África do Sul, Brasil, México, Espanha e San Marino. 

Em Mônaco, quando se preparava para vencer a sexta corrida seguida, eis que a F1 escreve uma de suas mais belas páginas de sua história: o duelo entre o Leão indomável e o tricampeão mundial Ayrton Senna. Mansell liderava de ponta à ponta, mas um erro no seu último pitstop, coloca Ayrton Senna na liderança e, nas 8 últimas voltas, protagonizou-se um duelo de tirar o fôlego dos torcedores e equipes, pois em um pega memorável, Senna vence com 0.312 segundos de vantagem sobre Mansell, não deixando que o Leão ameaçasse seu reinado em Mônaco. Mansell termina em segundo, extremamente destruído fisicamente após o duelo com Ayrton.


Resultado de imagem para gp monaco 1992
O duelo entre Nigel Mansell e Ayrton Senna, no GP de Mônaco em 1992.


Na temporada do título, Mansell ainda venceria os grandes prêmios da França, Inglaterra e Alemanha, chegando à Hungria com chances de ser campeão do mundo, onde Ayrton Senna venceu sua segunda corrida no ano, com Nigel Mansell terminando em segundo, o Leão conquista seu tão sonhado título mundial, exatamente oito dias após ter completado 39 anos, entrando finalmente para o seleto hall de campeões mundiais da F1. 

Resultado de imagem para Nigel Mansell hungarian GP 1992 podium
Com a vitória de Senna, Mansell chega em 2º no GP da Hungria (1992) e conquista o campeonato mundial de F1.

Ao vencer o GP de Portugal, Mansell quebra o recorde de Senna de número de vitórias na mesma temporada, pois Senna vencera oito corridas em 1988 e Mansell com o triunfo em Estoril, conquistava sua 9ª vitória na temporada de 1992.

Em 1993, Nigel Mansell tirou um ano sabático da F1 indo correr na Fórmula Indy, nos EUA. E no seu ano de estreia na categoria americana, conquistou o título da temporada, porém, não venceu a lendária prova das 500 Milhas de Indianápolis, corrida na qual foi vencida pela segunda vez pelo bicampeão mundial de F1, o brasileiro Emerson Fittipaldi.

Resultado de imagem para nigel mansell indycar 1993
500 milhas de Indianápolis - 1993

Em 1994, o Leão retorna para a F1 e, no GP da Austrália, nas ruas de Adelaide, à bordo da Williams que era de Ayrton Senna, aproveita o abandono duplo de Michael Schumacher e Damon Hill - que disputavam do título mundial daquela temporada – e conquista sua última vitória na categoria. Aquela foi a 31ª e última vitória do Leão na F1.

Resultado de imagem para nigel mansell 1994 Australian GP
GP da Austrália (1994) - 31ª e última vitória de Nigel Mansell na F1.



O campeonato de 1995 foi a última temporada de Nigel Mansell na F1. Pilotando uma McLaren, disputa apenas duas corridas: San Marino, onde terminou em 10º e Espanha, onde abandonou.

Resultado de imagem para nigel mansell 1995
1995 - O último ano de Nigel Mansell na F1 - a bordo da McLaren MP4/10C.




Share on Google Plus

About Gil Gracia

0 comentários:

Postar um comentário