Hamilton vence em Barcelona e reduz vantagem de Vettel no campeonato



Numa emocionante batalha na Espanha, Hamilton e Mercedes batem Vettel e Ferrari na estratégia e na pista e vencem o GP da Espanha. Com a vitória, Hamilton reduz a diferença para Vettel e fica apenas 6 pontos atrás do alemão e a Mercedes abre 8 pontos de vantagem para a Ferrari no campeonato de construtores.

Hamilton chegou a perder a liderança da corrida ainda na largada e passou um bom tempo na segunda colocação porém graças a boa estratégia ele conseguiu superar Vettel na volta 44, mas não foi nada fácil já que os dois chegaram a bater roda com roda quando o alemão vinha saindo dos boxes na volta 38 e parecia perder ali a primeira colocação mas conseguiu segurar o inglês por mais algumas voltas. Assim que Hamilton assumiu a liderança da prova precisou gerir o desgastes dos pneus já que ele estava com os pneus macios e Vettel com os médios, o alemão até tentou se aproximar do inglês mas acabou cruzando a bandeirada á 3,4s atrás de Hamilton. 

Valtteri Bottas foi de certa forma o grande protagonista desta corrida, isso porque na largada ele, Kimi Raikkonen e Max Verstappen tentaram dividir a primeira curva e na falta de espaço Bottas que vinha pelo lado de dentro da curva acabou tocando em Raikkonen que por sua vez tocou em Verstappen, com isso o piloto da Ferrari e o piloto da Red Bull abandonaram a corrida, enquanto o finlandês da Mercedes seguiu na corrida na terceira colocação . Bottas foi uma peça fundamental na vitória de Hamilton, isso porque ele chegou a segurar Sebastian Vettel por algumas voltas ajudando assim seu companheiro de equipe descontar alguns segundos, e numa manobra sensacional o alemão acabou passando o finlandês, mas o tempo perdido atrás de Bottas custou caro para Vettel no final. Depois desse duelo com Vettel, Bottas acabou abandonando a corrida por causa de problema no motor. 

Sem uma Mercedes, uma Ferrari e um Red Bull, o pódio para Daniel Ricciardo era apenas uma questão de não cometer erro algum e que seu carro também não apresentasse nenhum problema e foi o que aconteceu, o australiano  passou a corrida toda sozinho e sem qualquer ameaça porém terminou a corrida 1min e 15s de Hamilton, o que mostra que o RB13 ainda tem muito o que evoluir para poder bater de frente com Ferrari e Mercedes.

A quarta e quinta colocação ficou com a dupla da Force India que pela quinta vez na temporada ambos terminaram na zona de pontuação com Sergio Perez em quarto e Esteban Ocon em quinto. 

Nico Hulkenberg da Renault conseguiu cruzar a bandeirada numa excelente sexta colocação seguido de Carlos Sainz Jr da Toro Rosso. 

Na oitava colocação tivemos um dos pilotos que fizeram uma grande corrida perfeita, que foi Pascal Wehrlein da Sauber que cruzou a bandeirada em sétimo lugar mas devido a uma punição de 5s acabou perdendo a posição para Sainz Jr , entretanto marcou os primeiros pontos da equipe suíça. Wehrlein que utilizou a estratégia de fazer apenas uma única parada nos boxes. 

Atrás do alemão da Sauber na nono colocação tivemos Daniil Kvyat da Toro Rosso, que largou na última posição porém conseguiu se recuperar durante a prova e terminar na zona de pontuação.

Romain Grosjean da equipe Haas fechou o top 10 seguido de Marcus Ericsson da Sauber que terminou na décima primeira colocação.

Depois de ter tido uma atuação heróica no treino classificatório, Fernando Alonso ainda nas primeiras curvas acabou sendo jogado para fora da pista por Felipe Massa e caiu de sétimo para décimo primeiro e dai em diante ele apenas teve um desempenho bom na parte final quando fez seu terceiro pit stop e colocou os pneus macios. Alonso que terminou a corrida tentado a quarta volta mais rápida da corrida, isso devesse ao fato dele ter utilizado os pneus macios no final quando seu carro também estava bem mais leve. 

O brasileiro Felipe Massa que na largada acabou jogando Alonso para fora da pista na intenção de desviar do carro de Verstappen, acabou tocando também no carro do espanhol o que causou um furo em seu pneu traseiro e isso terminou com qualquer possibilidade dele terminar na zona de pontuação. 

Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário