Vettel e Raikkonen encerram jejum da Ferrari e vão largar na primeira fila no GP da Rússia



E neste sábado (29) a equipe Ferrari encerrou um jejum que durava desde 2008, que era alinhar seus dois carros na primeira fila e para muitos esse resultado já era mais do que premeditado já que Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen vinham fazendo está dobradinha desde a segunda sessão de treinos livres então não tinha muito o porque disso não acontecer no treino classificatório, já que a Mercedes neste fim de semana está tendo problemas em fazer os pneus funcionarem. 

Sebastian Vettel que marcou a sua 47ª pole position superando seu companheiro de equipe por apenas 0,059s , com isso para amanhã podemos apostar numa vitória do alemão de ponta a ponta já que Raikkonen que é tido como segundo piloto deverá servir de escudeiro. 

A segunda fila foi da Mercedes com Valtteri Bottas em terceiro e Lewis Hamilton em quarto, o finlandês se não fosse um erro na última curva tinha ficado com a pole position porém teve que se contentar em ficar à 0,095s do melhor tempo, enquanto Hamilton que parece já estar sentindo a pressão tomou 0,5s de Vettel, o inglês que por várias vezes durante os treinos livres e até mesmo no treino classificatório cometeu diversos erro ao tentar ir no limite com seu carro e isso mostra que pelo menos para o GP da Rússia o melhor conjunto (piloto e máquina) está na garagem italiana. 

O quinto colocado foi Daniel Ricciardo que após ficar atrás de seu companheiro nos treinos livres, deu o troco na hora 'H' e foi o único daqueles não Ferrari e Mercedes, a andar na casa de 1min 34s, Verstappen ficou com o sétimo tempo. 

O brasileiro Felipe Massa mais uma vez salvou o treino da Williams indo ao Q3 e fazendo um ótimo sexto tempo, seu companheiro de equipe o novato Lance Stroll ficou com o décimo segundo tempo. 

Outro piloto que também fez um grande treino foi Nico Hulkenberg que cravou o oitavo melhor tempo ficando à frente das duas Force India de Sergio Perez e Esteban Ocon que fecharam o top 10. 

O treino classificatório teve também dois acidentes na fase final do Q1 tendo Jolyon Palmer e Pascal Wehrlein como protagonistas. O piloto da Renault acabou perdendo o controle do carro na curva 4 e foi parar na barreira de proteção enquanto o piloto da Sauber acabou batendo na curva 13, entretanto como ambos haviam feito boas voltas não vão largar na última fila. 

Com o acidente no Q1, quem se aproveitou desse momento foi Fernando Alonso que conseguiu levar a Mclaren ao Q2. 





Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário