Hamilton lidera primeiro dia de testes no Bahrain e Mclaren segue sofrendo com problemas



Lewis Hamilton que foi segundo no treino classificatório e segundo na corrida no Bahrain, hoje no primeiro dia de testes no mesmo circuito, ele não quis saber de mais segundos lugares, e cravou a volta mais rápida do dia sendo de 1min 31.358s . O inglês que no começo da sessão teve um problema mecânico, porém como não foi nada grave ele não demorou para retornar para pista.

Hamilton que fez uma mistura de corridas longas e curtas, na intenção de entender mais os novos pneus e como administra-lo, já que isso acabou lhe custando a vitória no GP de Melbourne. O piloto da Mercedes que completou 97 voltas.

O segundo melhor tempo do dia foi de Antonio Giovinazzi, que foi o único piloto a andar na casa de 1min 31s junto de Hamilton, porém acabou ficando à 0,6s do tempo do inglês. O italiano completou 93 voltas e foi o responsável pelo programa da Scuderia Ferrari, já que Sebastian Vettel estava concentrado no programa de desenvolvimento da Pirelli, para os compostos da próxima temporada.

Vettel que terminou o dia com o nono tempo, teve sua sessão estendida já que uma falha no motor Ferrari, acabou atrapalhando o programa da Pirelli, e com isso a fornecedora conseguiu fazer um acordo para que o piloto alemão pudesse ficar mais tempo na pista para que eles conseguissem obter todos os dados necessários.

O terceiro melhor tempo do dia ficou com Daniel Ricciardo, que havia feito o melhor tempo na parte da manhã, porém não foi o necessário para permanecer na ponta da tabela, ele que também trabalhou na avaliação aerodinâmica na parte da manhã, e iria na parte da tarde trabalhar com os pneus, porém acabou sofrendo uma falha no motor na sua primeira volta, e acabou prematuramente tendo que abandonar a sessão.

O francês, Romain Grosjean, que fez o quarto melhor tempo do dia, hoje teve um dia bem importante, já que ele teve foco em avaliar os novos freios da Carbone Industrie, para que assim a equipe Haas, possa tomar uma decisão se irá trocar ou não de fornecedor, lembrando que atualmente eles utilizam os freios da Brembo, os quais vem tendo problemas desde a temporada passada.

A Williams que preferiu colocar seus dois carros na pista, viu ambos terminarem em quinto e sétimo, com Felipe Massa e Lance Stroll, entre os dois tivemos Nico Hulkenberg da Renault com o sexto tempo.

O piloto indonésio, Sean Gelael, que atualmente corre na F2, teve hoje seu primeiro contato com um carro de F1, e não fez feio já que terminou o dia com o oitavo tempo, e completou 78 voltas, a sessão só não foi melhor, pois na parte da manhã o STR12 apresentou problemas elétricos e no final do dia ele acabou tendo parar o carro na pista por falta de combustível. 

Alfonso Celis que já se tornou um nome bem conhecido na F1, voltou a assumir o cockpit de um dos carros da Force India, e cravou o décimo tempo do dia ficando logo à frente de Marcus Ericsson da Sauber que foi o piloto que mais completou voltas, um total de 106 voltas. 

De todos os pilotos o que mais sofreu hoje, foi Oliver Turvey, que assumiu o comando do MCL32 da Mclaren, e que conseguiu completar apenas 17 voltas, e como tem virado costume, foi por causa dos problemas na unidade de potência, que continua a prejudicar de maneira gigantesca o progresso da equipe Mclaren, que não sabe o que é terminar um corrida à três GPs. Turvey chegou na parte da manhã completar apenas duas voltas de instalação, e só voltou a pista faltando 1 hora para o final da sessão. 



Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário