Mercedes erra na estratégia e Vettel vence na Austrália




E na madrugada deste domingo, Sebastian Vettel que não sentia o gosto da vitória desde o GP de Singapura de 2015, voltou a subir no lugar mais alto no pódio e confirmou que a Ferrari vai brigar este ano pelo campeonato contra a Mercedes. O piloto alemão que chegou a sua 43ª vitória na F1.

O novo regulamento mostrou ter sido eficaz na questão de acabar com o domínio da Mercedes, porém fez com que a corrida em si deixasse muito a desejar, já que houve poucas ultrapassagens em pista, como por exemplo, a de Sebastian Vettel sob Lewis Hamilton, que só ocorreu na hora dos pit stop. Isso também deve-se ao fato de que o DRS não faz tanto aquela diferença por causa da grande pressão aerodinâmica que os novos carros tem.

Lewis Hamilton que foi o segundo colocado, fez uma grande largada e liderou a corrida até a volta 17 com uma certa vantagem para Sebastian Vettel, porém quando voltou para a pista acabou ficando atrás de Max Verstappen, que o segurou tempo suficiente para que o alemão da Ferrari fizesse seu pit stop na volta 24 e voltasse à frente do piloto da Mercedes, dai em diante o piloto inglês até tentou tirar a diferença de para o Vettel, mas devido ao mal equilíbrio do W08 teve que se contentar em terminar a corrida na segunda colocação.

Valtteri Bottas que largou em terceiro lugar, teve um início de corrida bem apático, e deixando com que Lewis abrisse uma boa vantagem para ele, porém no de correr da corrida, o finlandês da Mercedes, começou a mostrar serviço e chegou e reduziu a vantagem de seu companheiro para menos de 2s porém não conseguiu perto suficiente para fazer a  ultrapassagem e assim terminou a corrida no último lugar do pódio.

Logo atrás dos três primeiros, tivemos Kimi Raikkonen, que teve uma corrida bem tranquila, e só precisou realmente acelerar na parte final, quando Max Verstappen que vinha com pneus super-macios tentou ameaçar o seu quarto lugar, mas não teve exito , e terminou a corrida na quinta colocação. 

O brasileiro, Felipe Massa, que na largada ultrapassou Romain Grosjean da Haas para  assumir o sexto lugar, posição a qual manteve até o fim da corrida. Sergio Perez terminou logo atrás do brasileiro, na sétima colocação, o piloto mexicano que fez um excelente corrida e proporcionou a melhor ultrapassagem da corrida, quando na volta 22 colocou o carro por fora na curva 3  e ultrapassou Carlos Sainz Jr, para assumir a sétima posição, ele que havia ultrapassado também na volta 10,  Daniil Kvyat. 



O décimo colocado foi Esteban Ocon que marcou seu primeiro ponto na F1, já na sua estréia pela Force India, ele que passou quase toda a corrida atrás de Fernando Alonso da Mclaren, que mais uma vez vinha tirando leite de pedra, porém nas voltas finais quando ocupava a décima colocação seu carro apresentou problema na suspensão e acabou na reta dos boxes perdendo não só a posição para Ocon mas para Hulkenberg que estava com os pneus ultra-macios. 

Alonso que logo após tomar uma dupla ultrapassagem, imediatamente foi chamado para os boxes para assim poder abandonar a corrida nas voltas finais. Enquanto isso Stoffel Vandoorne , companheiro de equipe do espanhol na Mclaren, terminou a corrida na décima terceira colocação, logo atrás do italiano da Sauber,  Antonio Giovinazzi. 

A corrida também teve muitos abandonos, um total de 7 carros que acabaram não chegando ao fim, porém a equipe que mais sofreu com isso foi a Haas, que viu seus dois carros terem que abandonar a corrida prematuramente, eles que tinham uma grande chance de pontuar com Romain Grosjean. 

O piloto da casa, Daniel Ricciardo , tem todos os motivos para não querer lembrar desse fim de semana, isso porque ontem durante o Q3 ele acabou batendo com o carro, que acabou causando a troca do câmbio, porém viu minutos antes da corrida o RB13 ficar preso na sexta marcha, o que lhe causou um prejuízo enorme, já que precisou largar dos boxes, mas o pior foi que ele largou duas voltas depois, e quando não para piorar mais ainda, Ricciardo viu o RB13 sofrer com problemas de motor e foi obrigado a abandonar a corrida na volta 29.

A próxima etapa que acontecerá no dia 9 de abril, na China.



Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário