Mercedes e Red Bull alteram suspensão


E finalmente a FIA se pronunciou a respeito do tema das suspensões da Mercedes e Red Bull. Tema o qual a Ferrari levantou durante a pré-temporada, e pediu um esclarecimento da FIA sobre o sistemas de seus rivais que traria proveitos aerodinâmicos para eles.

E horas antes do início da temporada de 2017, a FIA anunciou que as suspensões do W08 e do RB13 são ilegais, com isso , obriga as equipes Mercedes e Red Bull, a fazerem a alteração antes do primeiro treino livre do GP da Austrália que acontece hoje (23) à partir das 22 horas horário de Brasília, para que assim não haja nenhum protesto.

A FIA analisou os carros da Mercedes e Red Bull durante os testes da pré-temporada e confirmou que as suspensão utilizada por ambas equipes é ilegal, pois é considerada uma recriação de uma solução que foi banida da categoria em 2014, a famosa suspensão FRIC (suspensão dianteira e traseira interligadas).

"Não é permitido ter um sistema de suspensão que afeta o rendimento aerodinâmico do carro de qualquer outra maneira que não seja acidental. Não permitimos isso. Queríamos ver se a suspensão cumpre apenas aquilo que uma suspensão deve cumprir ou se está predominantemente ajudando no desempenho aerodinâmico do carro", disse o diretor de provas, Charlie Whiting, numa conferencia de imprensa em Melbourne .

"Essa é a mudança que nós nos concentramos muito mais nesse ano. Se um sistema de suspensão se comporta assimetricamente, então não há uma razão muito justificável para se comportar assim - se um sistema de suspensão desce a uma velocidade e volta a uma velocidade diferente. Se eles não são capazes de nos convencer, então eles não são capazes de usá-la". 

Com a Red Bull e a Mercedes sendo convidadas a fazer a mudança na suspensão antes do início do fim de semana do GP da Austrália, Whiting disse que esta esperançoso de que o assunto tenha sido resolvido.

"Marcin [Budkowski] e Jo [Bauer] fizeram muito trabalho em Barcelona com todos os sistemas. E todos nós inspecionamos até agora [na Austrália] foram como esperávamos que fossem. Não esperamos que haja problemas".

Whiting também disse que os controles dos sistemas do motor teriam lugar durante o Grande Prêmio da Austrália, na sequência de uma questão relativa à queima de óleo. A Red Bull que pediu esclarecimentos sobre o assunto em meio a suspeitas de que a Mercedes estaria usando uma tática para aumentar a potência durante a classificação, algo que a equipe alemã negou. 

"Nós certamente estamos monitorando isso, fizemos muito trabalho em Barcelona. Nós vamos inspecionar todos os sistemas de óleo aqui e vamos verificar aleatoriamente o consumo de óleo para ter certeza de que está tudo ocorrendo de maneira certa", concluiu Whiting.
Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário