Com pneu ultra-macio, Lewis Hamilton domina primeira sessão de treinos livres na Austrália



E as atividades para o GP da Austrália começaram, porém sem nenhuma novidade, já que a Mercedes começou a temporada da mesma forma que terminou 2016, com seus dois carros na primeira posições. Lewis Hamilton fez questão de liderar a dobradinha da equipe alemã nesta primeira sessão de treinos livres em Melbourne, ele que colocou quase 0,6s de diferença no seu novo companheiro de equipe, Valtteri Bottas, que ficou com o segundo melhor tempo da sessão, ambos os pilotos que foram os únicos a utilizarem os pneus ultra-macios.

Após o bom desempenho da Ferrari na pré-temporada era esperado que a equipe italiana estivesse já no primeiro treino libre na cola da Mercedes porém não foi bem assim, já que foi a dupla da Red Bull que ficaram com o terceiro e quarto tempo da sessão, com Daniel Ricciardo ficando à frente de Max Verstappen, o jovem holandês que durante o treino teve um pequeno problema na caixa de câmbio mas nada que comprometesse seu programa. Mas o que chamou a atenção foi que Ricciardo ficou à 0,6s do tempo de Hamilton com os pneus super-macio e ficou a milésimos atrás do tempo de Bottas. 

As Ferrari tiveram que se contentar com o quinto e sexto tempo, com Kimi Raikkonen e Sebastian Vettel ambos que ficaram à mais de 1s de diferença do melhor tempo da sessão. Vettel que passou um tempo fora do carro devido a um problema no DRS de seu carro. 

Com as duplas da três forças do grid em seus respectivos lugares, a batalha para ver quem seria a quarta força nesta primeira sessão foi bem apertado, isso porque a diferença do sétimo colocado que foi Felipe Massa da Williams para o décimo lugar que foi Sergio Perez da Force India foi menos de 0,1s, Romain Grosjean da Haas que fez o oitavo tempo e Nico Hulkenberg da Renault que fez o nono tempo ficaram menos de 50 milésimos do tempo do brasileiro. 

Quem teve um sessão muito produtiva foi a equipe Mclaren, que mesmo terminando em décimo quarto com Fernando Alonso e vigésimo lugar com Stoffel Vandoorne, eles conseguiram completar um bom número de voltas sem problemas. O espanhol chegou a fazer 17 voltas enquanto o belga fez 13 voltas, em comparação com a desastrosa pré-temporada que a equipe teve, foi uma sessão excelente.

Jolyon Palmer foi quem não teve uma sessão nada produtiva isso porque o piloto da Renault acabou tendo problemas de fiabilidade em seu carro, e acabou completando apenas 6 voltas.

O novato do grid, Lance Stroll, terminou a sessão logo à de Fernando Alonso, com o décimo terceiro tempo da sessão.



Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário