Após 3 anos Pat Symonds deixa a Williams



E nesta terça-feira (20), o chefe técnico da Williams, Pat Symonds, anunciou a sua saída da equipe de Grove, onde está desde a metade da temporada de 2013, quando chegou após sair da equipe Virgin Racing.

Symonds foi uma das peças chaves para que a Williams voltasse a ter um carro competitivo, em 2014 quando teve sua primeira temporada completa com a Williams, ele viu a equipe terminar a temporada na terceira colocação , mesma posição que terminou em 2015 também, porém na temporada de 2016  a equipe não conseguiu se manter e acabou caindo para quinta posição.

A saída de Symonds não é nenhuma novidade já que a 'Autsport' previa isto para o final da temporada de 2017 entretanto parece que decidiram acelerar as coisas e justo num momento em que fortes rumores apontam Paddy Lowe para assumir um cargo na equipe Williams.

Pat Symonds que está na F1 desde o início dos anos 80, passou pelas equipes Toleman, Benetton e Renault e trabalhou com grandes pilotos como Nelson Piquet, Ayrton Senna, Michael Schumacher. Mas a carreira do britânico ficou marcada com a equipe de Enstone, devido a seu envolvimento no 'crashgate' no GP de Singapura de 2008, o que acabou lhe custando uma suspensão da categoria, mas a FIA acabou revogando a decisão e deu passe livre para que Symonds voltasse a categoria. 







Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário