Sergio Marchionne afirma que está avaliando a entrada da Ferrari na Fórmula E


Após alguns meses a Mercedes anunciar que comprou uma vaga para correr na Fórmula E à partir de 2020, agora foi a vez da Scuderia de Maranello mostrar interesse em participar dessa nova categoria, e quem confirmar isso é o CEO da Ferrari, Sergio Marchionne , entretanto ele avisa que para a Ferrari entrar na Fórmula E o regulamento precisaria de algumas mudanças como é o caso de precisarem de trocar de carro durante as corridas.

"A resposta é sim. Estamos conversando muito sobre isso aqui na Ferrari. Mas temos dois problemas que são: a F-E hoje requer a troca de carro durante as corridas, o que para a Ferrari não é algo naturalmente interessante".

"Em segundo lugar, a padronização associada aos carros elétricos é algo que vai contra a essência da Ferrari, pois isso nos evitaria de influenciar, tecnicamente, em um carro",afirmou.

No aspecto das baterias, a Fórmula E está bem próxima de colocar um fim nesta troca de carros durante as corridas, com isso o único impasse da marca italiana de entrar na categoria seria a liberdade de desenvolver o carro, o que também deverá acontecer daqui algumas temporadas.

"Penso que é possível, após algum tempo e certo nível de maturidade do campeonato, que a Ferrari consiga desenvolver um conjunto de habilidades que nos permitiria construir um autêntico carro Ferrari naquele ambiente. Se isso acontecer, será daqui alguns anos", concluiu. 
Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário